Página Inicial | QUINTA-FEIRA, 23 DE JANEIRO DE 2020
Postada por: Jr Lopes dia 20/12/2019
Surfe: Ítalo Ferreira vence Gabriel Medina e é o novo campeão mundial
Compartilhar Notícia
Ítalo Ferreira comemora com a torcida após se classificar no quarto round da última etapa da WSL, na praia de Pipeline, no Havaí (Foto: Ed Sloane/WSL/Getty Images)


O Brasil tem um novo campeão mundial de surfe. Ítalo Ferreira superou Gabriel Medina na final da etapa de Pipeline, no Havaí, e ficou com o título inédito. O brasileiro chegou à última da competição organizada pela WSL como o líder do ranking. Para ficar com o título, precisava ficar à frente de Medina. Mas o bicampeão não deixou barato e chegou até à decisão da prova havaiana. Com duas ondas que terminaram com manobras aéreas, Ítalo garantiu 15,56 pontos e conquistou o campeonato.

 

A final reuniu os dois surfistas chegaram ao Havaí na liderança do campeonato. Após seis dias sem competição por conta das fracas condições do mar, as oitavas de final começaram a ser disputadas às 7h40 do Havaí (14h40 no horário de Brasília). Com a vitória de Ítalo Ferreira sobre o compatriota Peterson Crisanto logo na primeira bateria desta quinta-feira 19, o americano Kolohe Andino deixou de ter chances e o título ficou entre os dois brasileiros classificados para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020.

 

A partir daí, Medina precisou correr atrás de Ítalo. Como sempre entrava na água depois do líder do ranking, assistia as vitórias do rival e tinha que superar seus adversários um a um até a decisão. Além de Peterson, Ítalo Ferreira venceu o também brasileiro Yago Dora e o americano Kelly Slater, onze vezes campeão mundial de surfe, no caminho até o título. Gabriel Medina teve que passar por Caio Ibelli – com direito a polêmica por ter interferido em uma onda do adversário -, pelo bicampeão John John Florence, que surfava em casa, além do americano Griffin Colapinto até chegar à disputa com Ítalo.

 

Ítalo é apenas o terceiro brasileiro a conquistar o título mundial. Gabriel Medina abriu o caminho dos títulos da Brazilian Storm em 2014. Adriano de Souza, o Mineirinho, ficou com o título no ano seguinte, e Medina voltou a colocar o Brasil no topo na última temporada.


Fonte: Veja







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados