Página Inicial | SEGUNDA FEIRA, 28 DE SETEMBRO DE 2020
Postada por: Jr Lopes dia 09/09/2020
Polícia Militar Ambiental prende e autua dois por pesca ilegal
Compartilhar Notícia

Policiais Militares Ambientais de Batayporã e fiscais do Imasul, que trabalham na operação Big Fish II autuaram dois pescadores amadores paulistas, residentes em Novo Horizonte e Itajobi (SP), por pesca predatória no rio Ivinhema, no município de Angélica.

 

A prisão ocorreu, quando os Policiais e fiscais do Imasul realizavam patrulhamento fluvial no rio Ivinhema, abordaram uma embarcação onde estavam os pescadores e localizaram um exemplar de peixe nativo da espécie pintado, medindo 152 centímetros, ou seja, acima da medida permitida para a espécie que é de 125 centímetros.

 

O pescado encontrava-se com uma perfuração profunda na parte ventral ocasionada por um objeto conhecido como "bicheiro", utilizado para a retirada de pescado de grande porte do leito do rio após capturado. Os pescadores afirmaram que capturaram o peixe com a utilização de anzol de galho (petrecho proibido para pescador amador) e mostraram os pontos onde sete anzóis de galho deles estavam instalados, inclusive, o que capturou o pintado. O peixe, que pesou 40 kg, um barco, um motor de popa e sete anzóis de galho e um “bicheiro” foram apreendidos.

 

Os pescadores receberam voz de prisão e foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Angélica, juntamente como material apreendido, onde eles foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca predatória. A pena é de um a três anos de detenção. Os infratores, de 39 e 50 anos também foram autuados administrativamente e multados em R$ 2.320,00 cada um. O pescado será doado para instituições filantrópicas, depois de periciado.


Fonte: PMA/ Assessoria







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados