Página Inicial | SÁBADO, 16 DE NOVEMBRO DE 2019
Postada por: Andrey Vieira dia 09/10/2009
Assassino de aluno estudou e trabalhou na reforma da escola
Compartilhar Notícia
Vanderlei disse que decidiu matar Alisson depois de um desentendimento com a vítima (Foto: Divulgação)


Os destinos de Vanderlei Colman Sanches e de sua vítima, o estudante Alisson Rodrigues Campos se cruzaram no final da tarde de ontem quarta-feira.


Vanderlei disse que decidiu matar Alisson depois de um desentendimento com a vítima que a viu pela primeira vez no final da tarde de terça-feira.


O assassino disse à Polícia que chegava do trabalho quando encontro Alisson nas proximidades da escola. Depois de uma discussão Alisson deu um tapa em seu rosto. Um esbarrão foi o estopim da briga. Alisson ameaçou Vanderlei de morte conforme depoimento do assassino à Polícia.


Durante cinco anos Vanderlei estudou na Escola Armando Campos Belo onde, no ano passado, trabalhou como operário na obra de reforma feita pela Prefeitura.


Vanderlei disse que havia comprado a arma do crime há dois meses atrás de uma pessoa que não soube precisar o nome. O assassino disse que trocou a arma por uma bicicleta e um aparelho de som. “Ainda dei mais cem reais para ficar com a arma”, disse Vanderlei que antes de completar dezoito anos teve passagens na polícia por furto e por agressão.


O assassino disse a uma emissora de rádio de Dourados que não está arrependido do crime e que premeditou tudo. “Agora não dá mais para me arrepender. O que foi feito não dá para desfazer”, disse Vanderlei que foi preso pela Polícia Militar nos fundos de uma residência no Jardim Ouro Verde, próximo de onde aconteceu o crime.


Fonte: MidiamaxNews







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados