Página Inicial | SÁBADO, 21 DE SETEMBRO DE 2019
Postada por: Jr Lopes dia 06/10/2009
Previsão de chuva anima produtores do Centro-Oeste e Sudeste
Compartilhar Notícia
Paulo Etchichury foi um dos palestrantes do 7º Simpósio da Cultura da Soja realizado nesta terça (6) em Naviraí (Foto: Jr Lopes)


O mês de outubro começou com um padrão climático típico da primavera, com a elevação da temperatura média e o retorno gradual das chuvas para o Sudeste e o Centro-Oeste do Brasil. Na semana passada, mais uma vez, os maiores volumes de chuva foram observados sobre os estados da Região Sul devido a atuação de frentes frias.


De acordo com Paulo Etchichury, especialista em clima da Somar Meteorologia, apesar das chuvas observadas em setembro e neste início de outubro nas Regiões Sudeste e Centro-Oeste, ainda não há  condições ideais de plantio, ou seja, o solo com pelo menos 60% da capacidade hídrica. No entanto, como as chuvas têm sido irregulares, algumas regiões apresentam melhores condições de umidade do solo, a exemplo do que se observa em grande parte de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e sul de Goiás.
 

Previsão para os próximos dias


Chuvas
A boa notícia para quem já plantou ou está plantando, é a previsão de boas chuvas para o mês. A semana começou com uma nova frente fria atuando sobre a Região Sul, e já há registros de chuvas e ventos fortes, além de queda de granizo. O avanço da frente fria até a costa da Região Sudeste no decorrer da semana deve favorecer a organização de chuvas sobre o interior dessa Região e também sobre os Estados do Centro-Oeste. Inclusive, desta vez a frente fria pode causar chuvas sobre as áreas produtoras de milho, soja e algodão do oeste da Bahia, Tocantins, sul do Maranhão e no sul do Piauí.


"Caso venham se confirmar essas previsões, sem dúvida é um bom indicativo da instalação do regime de chuvas de verão, contribuindo para a intensificação do plantio das lavouras. Mesmo assim, salientamos ainda que o período de chuvas deve se regularizar gradualmente daqui para frente e, sobretudo no decorrer de novembro", conta Etchichury.


Temperaturas


Com o avanço da Primavera, gradualmente se observa a elevação da temperatura média sobre o Brasil. No entanto, depois da passagem desta frente fria, a temperatura volta a cair sobre o Sul do Brasil, porém, não há previsão de frio extremo e nem risco de geadas amplas sobre as áreas de milho e soja.  "O frio fica restrito ao sul do Rio Grande do Sul, o que deve afetar mais as áreas produtoras de arroz irrigado", afirma Paulo. Já no Centro-Oeste, Norte e no Nordeste do Brasil, deve haver uma redução do calor do período da tarde em função da previsão de chuva para os próximos dias.


Fonte: Tempoagora







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados