Página Inicial | QUARTA-FEIRA, 11 DE DEZEMBRO DE 2019
Postada por: Jr Lopes dia 22/09/2009
Navirai: Vândalos arrancam redutores de velocidade
Compartilhar Notícia

Populares e motoristas constataram que em várias avenidas da área central de Naviraí, foram subtraídos elementos redutores de velocidade, os chamados tachões quadrados, que foram instalados em duas fileiras (um ao lado do outro), em toda a largura da avenida. A retirada, feita geralmente na calada da noite, é uma ação provocada por vândalos ou motoristas irritados que não aceitam este tipo de redutor de velocidade.


Nunca ninguém viu quem está arrancando estes “tachões”, porém, a ação além de provocar prejuízos aos cofres públicos municipais, permite que veículos e motocicletas atinjam velocidade excessiva, principalmente, nas proximidades de estabelecimentos de ensino, onde ocorre o maior fluxo de pessoas, notadamente alunos.


Um dos locais onde os tachões foram arrancados foi na avenida Dourados, no cruzamento com a rua Inglaterra. O local é entrada para a rua Yokossuka, que da acesso à escola Juracy Alves Cardoso. A preocupação é justificada, tendo em vista que nem durante os dias de semana, quando existem quatro horários de “rush”, no matutino e vespertino, sempre durante a entrada e saída dos alunos, os motoristas empreendem velocidade excessiva.


Em outro local de grande fluxo, também na Avenida Dourados, cruzamento com Bataguassu e com a avenida Aripuanã os motoristas também não respeitam e trafegam em alta velocidade, justamente aproveitando a retirada dos tachões.


Retirada

Para a instalação deste modelo de redutor de velocidade, a Gerência de Obras da Prefeitura de Naviraí gasta aproximadamente R$ 600,00 em cada conjunto de quebra-molas. O investimento, na avaliação das próprias autoridades do trânsito não tem surtido efeito positivo.


O Gerente do Núcleo de Trânsito, Emerson Pena Vila, aponta que seria mais viável construir quebra-molas taxões, que têm instalação mais rápida e custo menor, porém, o Núcleo vai partir para a construção dos quebra-molas tradicionais.


“Nos próximos dias, vamos iniciar a remoção de todos os tachões, que serão substituídos pelos quebra-molas comuns, construídos com pedras, pedriscos e piche”.


Émerson acrescenta que os custos são maiores, e serão deslocados funcionários da fábrica de tubos e maquinários para fazer a remoção dos tachões e a construção dos novos quebra-molas. “Esta é uma decisão da Gerência de Obras e vamos cumprir a determinação para evitar acidentes e garantir mais segurança no trânsito de Naviraí”, justifica Vila.


Fonte: Diário MS







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados