Página Inicial | TERÇA-FEIRA, 07 DE JULHO DE 2020
Postada por: Jr Lopes dia 20/05/2010
Artigo: Todos contra a pedofilia
Compartilhar Notícia

Outro dia li, com muito interesse,  um artigo publicado pelo atuante deputado federal Marçal Filho, publicado no Jornal “O Progresso”, onde o mesmo expressa a sua opinião de que todo crime deve ser repudiado pela sociedade, reprimido pela polícia e condenado pelo Judiciário.


Porém, é necessário admitir que poucos crimes chocam mais que a pedofilia. São praticados contra crianças indefesas, vulneráveis física, emocional e financeiramente e representa o limite da bestialidade. É com essa convicção que aquele parlamentar se engajou na luta liderada no plano nacional pelo senador Magno Malta e sintetizada no movimento “ Todos Contra a Pedofilia”. Apesar de sua agenda concorrida, conseguiu trazer a Dourados o Senador Malta para fazer uma elucidativa palestra, onde também pulula esse tipo de atrocidade.


O objetivo principal do movimento é levar à sociedade de um modo geral todas as informações e notícias disponíveis sobre o assunto. Baseado nas estatísticas que mostram o Brasil como o maior consumidor de pornografia infantil mundial, entende aquele parlamentar ser urgente o combate cada vez mais efetivo ao crime da pedofilia, através de esclarecimentos contundentes e eficazes pelo “Todos contra a Pedofilia”.


Assim, disse ele, junto com o senador Malta, às idéias que motivaram a criação da CPI da Pedofilia e que levaram o presidente Lula a dar um murro na mesa após também assisti-lo. Crianças sendo violentadas por cabo de martelo, pais e mães abusando de bebês e outras barbaridades estão ali, registradas muitas vezes pelos próprios abusadores, num sadismo enojante.


Fica a pergunta: o que fazer? Uma pessoa doente de espírito que sente atração sexual por crianças inocentes, deve ser tratada com o mesmo rigor que aquela que abusa de menores ou pratica incesto. Desvio sexual, desordem mental, crime: é tudo isso e muito mais. O importante é que pais e filhos são se submetam ao silêncio e, sim, se previnam pelo conhecimento.


Vale ressaltar que o Congresso, impulsionado pela sociedade, tem feito a sua parte. Recentemente, foi aprovada a Lei que criminaliza a posse e a divulgação de material pornográfico envolvendo menores – que   aumenta a pena máxima de crimes envolvendo pornografia infantil na Internet de 6 para 8 anos. É um novo instrumento para punir a aquisição, posse e divulgação para venda de materiais pornográficos e que permite a integração do país a uma rede internacional de caça aos pedófilos.


Outras iniciativas legislativas estão em discussão segundo o parlamentar, mostrando a preocupação dos representantes da população com essa prática nociva, que acontece nas mansões e nas favelas, tendo como autores ricos e pobres e até autoridades que deveriam zelar pelo futuro de nossas crianças.


Diante dessa realidade, fica a pergunta: como um pai faz isso com uma criança? Como um pai tem uma atitude dessa com os filhos dos outros ou com as filhas de outras pessoas? Como se concebe essa idéia? Isso, na minha opinião, não tem recuperação; não há prisão que recupere uma pessoa assim, não há nada a ser feito a não ser a aprovação do projeto de castração química, que tramita no Senado Federal – e que até o presidente da França, Nicolas Sarkozy, já manifestou o seu apoio. Com a aprovação, essas pessoas terão o fim da sua libido.


Será extinta essa libido, que eu classifico como bestial - a de ter desejo sexual por uma criança.


(**Paulo Hamilton é professor aposentado em Naviraí e colaborador deste site)


Fonte: Paulo Hamilton







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados