Página Inicial | SÁBADO, 02 DE JULHO DE 2022
Postada por: Jr Lopes dia 16/10/2021
Consumo nos lares brasileiros registra quinta queda mensal no ano
Compartilhar Notícia

A ABRAS - Associação Brasileira de Supermercados anunciou um recuo de 2,33% no Consumo nos Lares Brasileiros entre os meses de agosto e julho deste ano, já na comparação com o mesmo mês de 2020, o consumo fechou com variação negativa de 1,78%. O acumulado de 2021 segue positivo em 3,15%.

 

De acordo com Marcio Milan, vice-presidente da ABRAS, o número reflete fatores externos e internos como a alta da inflação, que até agosto acumulou 5,67%, e o desemprego. Ainda assim, de acordo com Milan, o setor mantém o otimismo e aponta as ocasiões de grande consumo, como o Black Friday e o Natal, para essa expectativa positiva. “Apesar dessa desaceleração, estamos confiantes e manteremos nossa projeção inicial de crescimento de 4,5% para 2021”, concluiu.

 

O presidente da AMAS - Associação Sul-mato-grossense de Supermercados, Edmilson Verati, lembrou que o poder aquisitivo do consumidor, devido à inflação, está menor, o que influencia diretamente no consumo. “Temos percebido que os consumidores estão comprando menos, apesar de continuar a pagar valores similares que em meses anteriores”.

 

Cesta Abrasmercado

Em agosto, o gasto com produtos da cesta Abrasmercado, que abrange 35 produtos de largo consumo nos supermercados, manteve a tendência de alta, fechando o mês em R$ 675,73, com aumento de 1,07% em relação a julho/2021. No comparativo com o mesmo mês do ano passado, o crescimento foi de 22,23%.

 

A batata, café torrado e moído e frango congelado registraram as maiores altas, subindo 20,9%, 10,7%, 7,1%, respectivamente. O sabonete e o ovo também configuram na lista com avanço de 4,3% e 3,7%. As maiores quedas são da cebola (-4,9%), refrigerante pet (-2,8%), tomate (-2,3%), farinha de mandioca (-1,7%) e feijão (-1,5%). 

 

Em Campo Grande/MS, a variação da Cesta Abrasmercado ficou em 2,47%, entre os meses de julho e agosto, passando de R$ 518,13 para R$ 530,91, sendo que a variação nacional foi de 1,07%.


Fonte: Assessoria







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados