Página Inicial | SÁBADO, 23 DE OUTUBRO DE 2021
Postada por: Jr Lopes dia 02/06/2021
Governo do MS cria força-tarefa para fiscalizar circulação nas rodovias e frear avanço da Covid
Compartilhar Notícia
Foto: Chico Ribeiro/Arquivo


No momento em que a pandemia avança de forma rápida em Mato Grosso do Sul o governador Reinaldo Azambuja determinou a adoção de medidas mais rigorosas para conter a circulação desnecessárias de pessoas nesse feriadão. Foi criada uma força-tarefa pela Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Agência de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul (Agepan) e o Detran-MS para fiscalizar rigorosamente a movimentação nas rodovias estaduais.

 

Denominada “Operação Especial de Feriado”, os integrantes da força-tarefa estarão trabalhando nas rodovias estaduais de maior movimento, principalmente as de acesso às regiões mais frequentadas pela população nos feriados prolongados.

 

A fiscalização terá como foco principalmente o serviço de transporte de passageiros, para verificar se estão sendo cumpridos os protocolos de biossegurança estabelecidos em atos normativos estaduais em vigor, relacionados ao combate à Covid-19.

 

Sem leitos

Durante live para a divulgação do Boletim Covid-19 nesta quarta-feira, o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, disse que Mato Grosso do Sul passou a contar desde esta quarta-feira (2) com a ajuda de outros estados para receber pacientes que precisam de leitos de UTI. Pela manhã uma pessoa de Bonito já foi levada para hospital de Porto Velho.

 

“Aceitamos a oferta de Rondônia e vamos aceitar também a ajuda humanitária que nos foi oferecida pelo Estado do Espírito Santo”, revelou o secretário, ressaltando quadro dramático que estamos vivendo. “Estamos batendo recordes de contaminação e mortes no País”, disse, chamando a atenção para a falta de colaboração dos cidadãos e cidadãs.

 

“Parece que houve um desapego à vida, tamanho descaso com as regras sanitárias mais básicas”, desabafou. Com taxa de contágio em 1,12, mais 2.176 sul-mato-grossenses foram contaminados pela coronavírus nas últimas 24 horas, de acordo com o Boletim Epidemiológico da SES, desta quarta-feira (2). Outros 1.712 testes se encontram em análise no Lacen e 11.506 casos ainda não foram encerrados nos sistemas dos municípios.

 

Os cinco municípios que mais registraram novos casos foram: Campo Grande (+335); Dourados (+272); Três Lagoas (+118); Maracaju (+97); e Ponta Porã (+93).

 

O total de casos em Mato Grosso do Sul desde o início da pandemia passou para 294.853 e a média móvel de hoje que está batendo novo recorde é de 1.895. Estão recuperados 264.466 pacientes.

 

Mais 50 mortes foram registradas em 24 municípios, elevando a média móvel para 49,3. Em Campo Grande 16 pacientes perderam a luta contra a doença. Coxim, Dourados, Nova Andradina e Três Lagoas foram 3 óbitos. Nas cidades de Amambai, Deodápolis, Miranda e Ponta Porã foi registrado 2 mortes em cada uma.

 

Os seguintes municípios tiveram um óbito cada: Antônio João, Bataiporã, Bonito, Caarapó, Camapuã, Cassilândia, Guia Lopes da Laguna, Itaquirai, Ivinhema, Naviraí, Rio Brilhante, Santa Rita do Rio Pardo, Sidrolândia e Vicentina.


Fonte: Subcom







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados