Página Inicial | QUINTA-FEIRA, 15 DE ABRIL DE 2021
Postada por: Jr Lopes dia 22/03/2021
Referência em Ensino Superior, UEMS atrai milhares de candidatos
Compartilhar Notícia
Foto: Divulgação


Adaptar e inovar foram os dois verbos que pautaram as ações da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) desde o início da pandemia do novo coronavírus Covid-19. Com tantos desafios trazidos por essa doença, a Universidade se manteve informada, posicionada e acima de tudo inovando, seja nas aulas de maneira remota ou até mesmo na atração de novos ingressos.

 

Para 2021, a UEMS se adaptou deixando de participar do Sistema de Seleção Unificada (SiSu) e inovou ofertando 1.101 vagas por meio do Processo Seletivo Vestibular (PSV-UEMS-2021) e 1.052 vagas por meio do Processo Seletivo Permanente (PSP-UEMS-2021) que utilizou as notas das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2015 a 2019, como forma de avaliação e classificação.

 

Após dez anos sem realizar o vestibular, a UEMS resgatou essa forma de seleção, um pedido antigo da comunidade sul-mato-grossense. Os números traduzem que este foi um processo assertivo, de acordo com o reitor da UEMS, Laércio de Carvalho. "Esse resultado positivo demonstra a confiança e a importância da UEMS no Estado e no País. Essa conquista coletiva será analisada para que o processo de ingresso na UEMS possa melhor atender os anseios da sociedade", garante o reitor.

 

O Vestibular UEMS teve edital lançado em 26 de novembro de 2020 e manteve as inscrições abertas até 24 de janeiro de 2021, foram mais e 11 mil inscrições feitas, mais de 7 mil pagas. As provas – Objetiva e de Redação – foram realizadas em 06 de fevereiro de 2021 em 17 municípios do Estado seguindo todas as medidas de biossegurança e tiveram apenas 12% de abstenção.

 

Já o Processo Seletivo Permanente teve mais de 6.500 inscrições gratuitas realizadas de 26 de janeiro a 24 de fevereiro de 2021. Os dois processos seletivos contaram com a supervisão da Pró-Reitoria de Ensino (PROE) por meio da Comissão Permanente de Processo Seletivo (COPESE).

 

O Presidente da COPESE, Prof. Dr. Frederico Fonseca Fernandes, explica que a Comissão é composta, atualmente, por seis servidores, sendo dois técnicos e quatro docentes. Considerando as normativas da UEMS, a Comissão planejou os Processos Seletivos e elaborou o edital de abertura com todas as regras como, por exemplo, quem pode se inscrever, qual é o cronograma com todas as etapas, como é feita a inscrição, como será realizada a pontuação e classificação, entre outras etapas.

 

Vale destacar que a COPESE trabalhou em parceria com a Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura (FAPEC), no caso do Vestibular; e com a Divisão de Ingresso Discente (DIND), a Diretoria de Registro Acadêmico (DRA) e a Diretoria de Informática (DINF), no caso do Processo Seletivo Permanente.

 

“A COPESE não foi responsável apenas pelo início dos Processos Seletivos para entrada dos novos acadêmicos nos cursos de Graduação, mas também pela fiscalização e acompanhamento das etapas desse processo junto aos demais setores envolvidos.  Considerando a qualidade do ensino, as ações de extensão, as pesquisas desenvolvidas e a preocupação com a formação profissional que temos na UEMS, a procura foi muito grande. A nossa responsabilidade foi maior ainda e o resultado foi extremamente satisfatório ”, conclui Fernandes.

 

Os novos acadêmicos da UEMS aprovados e classificados no Vestibular e no PSP começam a realizar as matrículas de maneira remota a partir desta quarta-feira (17), com as limitações geradas pela pandemia a Universidade inovou novamente e pela primeira vez irá realizar matrículas de maneira remota. Confira abaixo os editais de convocação para matrícula do Vestibular e do PSP.

 

O início do ano letivo de 2021 está previsto para retornar em 05 de abril com a volta das aulas no sistema de ensino remoto. A decisão foi tomada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) da UEMS tendo em vista a necessidade de manutenção das medidas de isolamento social. Para adoção do ensino remoto a UEMS disponibilizou plataformas educacionais, bolsa-internet aos alunos, impressão de materiais, dentre outras medidas de apoio.

 

As decisões sobre o retorno competem ao CEPE e levam em consideração o contexto tanto do estado do MS quanto das 15 unidades universitárias da UEMS. A decisão poderá ser reavaliada pelo CEPE ao longo do ano letivo.

 

Sobre a UEMS

A UEMS está presente em 28 cidades do Mato Grosso do Sul, com 15 Unidades físicas e 13 polos de educação a distância. Atualmente a Universidade tem aproximadamente 10 mil matriculados em mais de 50 cursos de graduação (presenciais e a distância), especializações, mestrados e doutorados.


Fonte: Assessoria/ UEMS







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados