Página Inicial | QUINTA-FEIRA, 15 DE ABRIL DE 2021
Postada por: Jr Lopes dia 14/03/2021
Médico do Corinthians pede demissão em meio a surto de Covid
Compartilhar Notícia
Ivan Grava deixou o departamento médico do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians)


O médico Ivan Grava pediu demissão e não integra mais o departamento de futebol do Corinthians. A decisão foi oficializada pelo clube em nota oficial na tarde deste domingo (14/03).

 

A saída do profissional acontece em meio a um surto de coronavírus enfrentado pelo Corinthians. Nas últimas semanas, 26 profissionais do clube foram diagnosticados com o novo coronavírus, sendo 15 jogadores e 11 membros da comissão técnica e da diretoria.

 

Ivan Grava estava no Corinthians desde 2014 e é filho de Joaquim Grava, consultor médico do Timão e figura importante no clube - é ele que dá nome ao centro de treinamento alvinegro.

 

A avaliação interna no Corinthians é de que o surto de Covid-19 recente tem relação com a falta de cumprimento dos protocolos de distanciamento social. Empresários, amigos e pessoas que não fazem parte do dia a dia do clube frequentaram o CT em meio à pandemia. Fora do clube, atletas também não teriam tomado os cuidados recomendados.

 

Na semana passada, os jogadores Jô e Otero foram alvos de críticas da torcida por estarem em um resort.

 

Com a saída de Ivan Grava, Michel Youseff Muniz Domingos, que estava nas categorias de base, se juntará ao departamento médico, ao lado de Ana Carolina Râmos e Corte, que já integra a equipe.

 

Alem disso, o médico Eures Soncini Facci, que coordena o departamento na base, integrará a comissão profissional por tempo indeterminado, enquanto Júlio Stancati se recupera de sequelas da Covid-19.


Fonte: Globo Esporte







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados