Página Inicial | QUARTA-FEIRA, 14 DE ABRIL DE 2021
Postada por: Jr Lopes dia 09/03/2021
Para reforçar medidas de segurança contra Covid-19, Sistema Fiems inicia testagem de colaboradores
Compartilhar Notícia
Foto: Divulgação


Como forma de reforçar as medidas de biossegurança para prevenção do coronavírus, o Sistema Fiems iniciou nesta terça-feira (09/03) a testagem de todos os colaboradores do Sesi, Senai, IEL de Mato Grosso do Sul para detectar a contaminação por Covid-19. Os primeiros colaboradores testados foram de Campo Grande, mas a testagem seguirá nos próximos dias para todas as unidades do interior e será realizada a cada 15 dias.

 

O exame realizado é o teste rápido e apenas com algumas gotinhas de sangue é possível constatar se a pessoa está com a doença ou teve contato com o vírus em um outro momento. O resultado fica pronto em 10 minutos e é encaminhado para o colaborador e para a equipe de SST do Sesi, que fará o manejo clínico e indicará, se necessário, a repetição do teste e o isolamento social.

 

Segundo o enfermeiro Ewerton Souza, que faz parte da equipe do sistema de Gestão em SST (Segurança e Saúde no Trabalho) do Sesi, a medida busca tornar o ambiente de trabalho mais seguro para os trabalhadores. “Isso mostra a preocupação do Sistema Indústria com a saúde dos colaboradores e é uma ferramenta para gente monitore a saúde de todos e possa agir preventivamente em casos positivos para evitar o contágio de mais colaboradores”, afirmou.

 

Repercussão

Na avaliação da analista de Recursos Humanos do Sistema Fiems, Bruna Maciel, a testagem dos colaboradores traz uma sensação de segurança maior para quem precisa trabalhar presencialmente. “Acredito que é uma iniciativa importante para prevenir o contágio, porque muitas pessoas podem ser assintomáticas, não saber que estão infectadas e transmitir o vírus para os colegas de trabalho. Eu fico mais tranquila porque sei que não estou infectada, então não estou transmitindo para meus colegas, e também o contrário, eles não estão me contaminando”, comentou.

 

Na mesma linha, o assessor especial do Senai, Ricardo Batista Rosa Junior, ressaltou que a medida contribui com a melhoria da produtividade e ajuda a manter as unidades do Sistema Fiems em funcionamento. “A gente acaba trabalhando de forma mais tranquila. Além disso, sabendo que um colaborador está contaminado, é mais fácil afastá-lo de imediato do que esperar apresentar sintomas e correr o risco de contaminar todo um setor, por exemplo, e todos precisarem ser afastados”, disse.

 

Já a assessora executiva do Senai, Sylvia Carla Machado destacou a preocupação do Sistema Fiems com os trabalhadores. “Já temos anualmente a vacina de H1N1 e essa testagem nos traz uma segurança ainda maior. No meu caso, me sinto bem mais tranquila em voltar para a casa e ter contato com a família sabendo que não estou contaminada nem nenhum colega de setor. Acho que essa medida só traz benefícios tanto para o colaborador como para a empresa”, finalizou.


Fonte: Fiems







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados