Página Inicial | QUARTA-FEIRA, 27 DE JANEIRO DE 2021
Postada por: Jr Lopes dia 29/12/2020
Vasco demite Sá Pinto após 2 meses no clube
Compartilhar Notícia
Ricardo Sá Pinto comandou o Vasco em 15 jogos e consegui apenas três vitórias (Foto: Staff Images/CONMEBOL)


Ricardo Sá Pinto não é mais técnico do Vasco. Pouco mais de dois meses após chegar ao Brasil, o treinador foi demitido nesta terça-feira (29/12), depois da derrota por 3 a 0 para o Athletico-PR, na Arena da Baixada. O português sai com o time na zona de rebaixamento do Brasileirão, em 17ª lugar, com 28 pontos. Zé Ricardo é o nome mais forte no momento para substituir Sá Pinto.

 

O treinador foi comunicado na madrugada desta terça de que não seguirá no clube. A diretoria anunciou a troca em nota oficial às 12h30 desta terça. Sá Pinto comandaria treino no CT na manhã desta terça, mas, durante a madrugada, a atividade foi remarcada para a parte da tarde. O elenco foi comunicado por volta de 1h da manhã.

 

A demissão começou a ser costurada na noite de domingo, após o jogo em Curitiba, quando Alexandre Campello entrou em contato com o presidente eleito Jorge Salgado, por telefone. Nesta segunda, os dois se reuniram e definiram a saída. A busca agora é por um novo treinador. Nome que ganhou força nas últimas horas, Zé Ricardo já recebeu contato do Vasco, e a negociação está em andamento. Ele recebeu bem a oferta e avalia com seus representantes. A confirmação deve acontecer ainda nesta terça.

 

Outras mudanças ocorrem fora de campo. No clube desde junho de 2019, o diretor de futebol André Mazzuco também foi demitido. De saída do Internacional, Rodrigo Caetano é o preferido de Jorge Salgado, que toma posse ao fim da primeira quinzena de janeiro. Também está cotado o nome de Alexandre Pássaro, que acaba de deixar o cargo de gerente de futebol do São Paulo.

 

Retrospecto ruim de Sá Pinto

Em 15 jogos de Sá Pinto à frente do Vasco, foram apenas três vitórias, seis empates e seis derrotas. O português assumiu o time em 13º, viu a equipe cair para 17ª colocação e fincar raízes na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Na Sul-Americana, sob o seu comando, o Vasco passou pelo Caracas, mas caiu nas oitavas de final diante do Defensa y Justicia. Ele e sua comissão técnica deixam o clube sem terem recebido salários no Brasil. O Vasco deve os meses de outubro e novembro.

 

Anunciado em 14 de outubro, Sá Pinto desembarcou no Rio de Janeiro no dia seguinte. A estreia ocorreu no dia 21, na derrota para o Corinthians, em São Januário. Além do treinador, deixam o clube o auxiliar Rui Mota, o preparador físico Miguel Moreira e o analista Igor Dias. Todos portugueses.


Fonte: Globo Esporte







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados