Página Inicial | SEXTA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2021
Postada por: Jr Lopes dia 28/12/2020
Faltando quatro dias para terminar, dezembro acumula 450 mortes por Covid-19 em MS
Compartilhar Notícia
Foto: Saul Schramm


Entre 1º e 28 de dezembro deste ano, 450 sul-mato-grossenses vieram a óbito por coronavírus. É o que revela os dados do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde, do Governo do Estado, desta segunda-feira (28/12).

 

Em apenas 24 horas, foram registradas 16 mortes e, com isso, desde o início da pandemia até hoje 2.245 pessoas morreram por Covid-19 em Mato Grosso do Sul. “Na semana que encerrou, a 52, tivemos 175 óbitos e na semana 47 tivemos 30 mortes, quase seis vezes mais, isso mostra a letalidade da doença e a procura tardia às unidades de saúde”, alertou o secretário do Estado de Saúde, Geraldo Resende.

 

De acordo com a SES, 223 exames deram positivos para o coronavírus no Estado em 24 horas, totalizando 129.484 casos confirmados da doença desde o começo da pandemia.

 

Para a secretária-adjunta da SES, Christinne Maymone, o aumento de casos confirmados reflete o comportamento social no Estado. “Estamos com uma circulação viral grande e o perfil dos contaminados, mais de 60%, são de pessoas jovens, entre 20 e 49 anos, que precisam tomar cuidado. São pessoas que se descolam mais e que se aglomeram mais, por isso, aconselho: tomem mais cuidado, façam distanciamento social”.

 

Em tratamento, 649 pessoas estão hospitalizadas nas redes pública e privada do Estado e 12.670 em isolamento domiciliar.

 

Dos infectados que estão em tratamento 338 estão em leitos clínicos, sendo 205 na rede pública e 133 na rede privada. Em estado mais grave, 311 estão em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), sendo 218 pelo SUS e 93 na rede privada. “Estamos verificando que pessoas estão morrendo logo após a internação, o que mostra uma procura tardia pelo atendimento de saúde”, ressalta Resende.

 

O Boletim Epidemiológico aponta que 114.020 pessoas estão recuperadas e sem sintomas da doença.

 

Com o avanço da doença, a disponibilidade do leito para tratamento segue comprometida. Na macrorregião de Campo Grande, a ocupação global de leitos UTI SUS atinge 107%, nesse caso, o excedente representa pacientes em leitos Covid-19 ainda não habilitados pelo SUS, mantidos pelas secretarias municipais e estadual de saúde.

 

Na macrorregião de Dourados, a ocupação global é de 78%, em Três Lagoas, de 53% e em Corumbá, de 71%.

 

Vacina

Durante a live desta segunda-feira, o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, anunciou a possibilidade da aquisição de 1,7 milhão de doses  da vacina do Instituto Butantan, pois temos que aplicar duas doses que vai dar para fazer a imunização de 850 mil sul-mato-grossenses.


Fonte: Secretaria de Estado de Saúde (SES)







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados