Página Inicial | DOMINGO, 25 DE OUTUBRO DE 2020
Postada por: Jr Lopes dia 01/10/2020
Termômetros acima dos 40ºC podem causar explosão na conta de energia
Compartilhar Notícia

O mês de setembro foi o mais quente desde o início da série histórica de medição do Cemtec MS, iniciada em janeiro de 2008, registrando acima de 40ºC na região Norte, Leste e do Pantanal, chegando a 44ºC em Coxim e Água Clara, na última quarta-feira (30/09).

 

O Concen vem acompanhando com preocupação as altas temperaturas que vêm assolando o Mato Grosso do Sul desde a última quinzena de setembro e os impactos que isso pode provocar nas contas de energia elétrica.

 

“A geladeira é responsável por 40,25% da fatura das residências, seguida do ar condicionado, que nesta época passa a protagonizar. Não tem como dizermos ao consumidor para não fazer uso dos equipamentos, mas sim o uso racional. Evitar de abrir a geladeira várias vezes ao dia. Durante o uso do ar condicionado é preciso deixar portas e janelas fechados e, na compra ou troca, preferir os equipamentos inverter, que é mais eficiente”.

 

Quanto à geladeira, deixar na temperatura média e armazenar água gelada em térmicas, fora da geladeira, contribuem com  a redução de consumo. “Somente após o dia 15 está prevista amenização das temperaturas, com as chuvas, com os termômetros voltando a registrar máximas de 30ºC a 34ºC, temperaturas às quais estamos mais acostumados. As contas vão aumentar e pedimos cuidado no uso dos equipamentos.

 

Rosimeire lembra que o aumento nas contas de energia não ocorre necessariamente de forma proporcional ao consumo, uma vez que os impostos e taxa de iluminação têm alíquotas progressivas por faixa de consumo, por isso muitas vezes a conta sobe bem acima do que foi usado, causando estranhamento ao consumidor.


Fonte: Concen







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados