Página Inicial | SEGUNDA FEIRA, 03 DE AGOSTO DE 2020
Postada por: Jr Lopes dia 15/07/2020
Coronavírus: MPT-MS solicita inspeção em frigoríficos no interior do estado
Compartilhar Notícia
Foto: Divulgação


O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul requereu aos Departamentos de Vigilância Epidemiológica dos municípios de Juti e São Gabriel do Oeste diligências nas plantas frigoríficas Frizelo e Boibrás, com o intuito de verificar se as indústrias estão cumprindo medidas sanitárias previstas em recomendação encaminhada pela instituição.

 

No último sábado (11/07), equipes das Secretarias de Saúde de Juti e Caarapó coletaram amostras respiratórias (exame RT-PCR) de aproximadamente 260 funcionários do frigorífico Frizelo – a indústria emprega em torno de 325 pessoas – visando a uma eventual detecção do novo coronavírus. A ação ocorreu depois que 34 funcionários da indústria testaram positivo para a doença. De acordo com o superintendente de Atenção Básica de Juti, Fernando da Silva Vieira, o resultado de 153 exames realizados no sábado já foi concluído, sendo confirmados 84 novos casos. Deste grupo, 55 trabalhadores residem em Juti, 24 em Caarapó e cinco em Naviraí. Com isso, sobe para 118 o total de empregados do Frizelo infectados pelo novo coronavírus.

 

A empresa, por conta de determinação expedida pelo Município de Juti, interrompeu as atividades por sete dias, contados a partir de sábado (11/07), “até que todos os resultados de tipagem sejam encaminhados para a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul". Em outra frente, também concedeu férias coletivas aos demais trabalhadores, até o dia 27 de julho.  

 

O último boletim da Secretaria Estadual de Saúde, publicado ainda sem a contagem dos novos casos no frigorífico Frizelo, aponta 275 pessoas infectadas pelo coronavírus em São Gabriel do Oeste, 65 em Caarapó e 36 em Juti.

 

Finalidade

Com as inspeções, o MPT espera conhecer quantos casos confirmados de Covid-19 existem entre os empregados das empresas, se há funcionários que residem com pessoas que tiveram diagnóstico positivo da doença e quais providências as indústrias têm adotado para evitar a proliferação da Covid-19 em seus ambientes laborais e garantir a proteção tanto dos trabalhadores diretos quanto dos prestadores de serviços.

 

Representante legal da Frizelo Frigoríficos Ltda. também foi notificado a informar, no prazo de até 48 horas, acerca da situação de contágios, retratada em notícias veiculadas na imprensa local.

 

Em Mato Grosso do Sul, surtos de Covid-19 também já provocaram a suspensão das atividades de abate e processamento de carne em indústrias situadas em Bonito, Guia Lopes da Laguna e Rochedo.


Fonte: Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados