Página Inicial | SEGUNDA FEIRA, 06 DE JULHO DE 2020
Postada por: Jr Lopes dia 15/06/2020
Abertura de empresas em MS recua em maio com maior impacto sobre o comércio
Compartilhar Notícia
Foto: Chico Ribeiro


Seguindo a tendência de retração na abertura e aumento no fechamento de empresas devido às consequências econômicas geradas pelo coronavírus, em maio de 2020, Mato Grosso do Sul registrou 545 novos negócios e a extinção de 336 CNPJs. Os dados são da Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul), órgão vinculado à Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

 

Entre janeiro e maio de 2020, a Jucems registrou a abertura de 2.906 empresas em Mato Grosso do Sul, apenas 16 empresas a menos do que o mesmo período de 2019, quando foram constituídos 2.922 novos negócios no Estado. De acordo com o titular da Semagro, secretário Jaime Verruck, a pequena diferença, mesmo com a pandemia do novo coronavírus, se deve ao bom resultado do primeiro trimestre de 2020.

 

“Nossa previsão inicial era de 2020 ser o melhor ano de abertura de empresas dos últimos nove anos, o que vinha se confirmando até março, por isso que os números totais seguem elevados em relação a 2019. A mudança devido a pandemia da Covid-19 começa a ser percebida em abril, com maior impacto no comércio”, explica o secretário.

 

O fechamento de empresas em Mato Grosso do Sul soma 1.640 entre janeiro e maio de 2020, com aumento de 47,48% em relação aos 1.112 negócios extintos no mesmo período de 2019. “Além dos impactos econômicos da Covid-19, parte do número se deve a decisão do Governo Federal de outubro de 2019, que extinguiu a taxa paga por empresários para fechar a empresa, facilitando o processo”, destaca o presidente da Jucems, Augusto César Ferreira de Castro.

 

O Comércio é o setor mais impactado pela retração da economia, sendo que em maio foram abertas 161 empresas e fechadas outras 161, zerando o saldo de novos negócios deste segmento no Estado. Comércio de vestuário e acessórios, peças para veículos, mercadorias e produtos alimentícios e produtos farmacêuticos, aparecem como os que mais fecharam empresas nos últimos dois meses.

 

O setor de Serviços apresentou leve respiro em maio, com saldo de 208 negócios entre os 360 abertos e os 152 fechados no mês passado. Enquanto que a Indústria segue a tendência do comércio, com 24 abertas e 23 fechadas em maio no Estado.


Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados