Página Inicial | SEXTA-FEIRA, 10 DE JULHO DE 2020
Postada por: Jr Lopes dia 04/06/2020
Aumento de casos confirmados de coronavírus preocupa e SES amplia testagem no drive thru de Dourados
Compartilhar Notícia
Foto: Divulgação/SES


Atualmente, Dourados ocupa a primeira posição no ranking de casos confirmados de coronavírus no Estado. Com 378 pessoas com a doença, o município preocupa porque o avanço diário tem sido significativo. Em menos de 24 horas, por exemplo, 39 novos exames na cidade deram positivos.

 

Diante do atual cenário, a Secretaria de Estado de Saúde decidiu por ampliar, novamente, os testes que estão sendo realizados no drive thru do município, com parceria da prefeitura de Dourados. A partir desta quarta-feira (03.06), a iniciativa estadual fará 90 testes RT – PCR, de biologia molecular e 40 testes rápidos e, agora, atenderá  todos os dias, exceto finais de semana.

 

A ampliação se faz necessária, segundo o titular da pasta Geraldo Resende, considerando a alta incidência da região da Grande Dourados. “Dos dez municípios com maior incidência de casos, seis estão nesta macrorregião: Douradina, Vicentina, Fátima do Sul, Itaporã, Dourados e Rio Brilhante”.

 

Para Resende, melhorar a capacidade de leitos, conscientizar a população em relação aos protocolos sanitários e ao isolamento social e ampliar a testagem são estratégias essenciais e urgentes. “Por isso implantamos o drive thru em Dourados, porque apenas com a ampliação da testagem conseguiremos ter a real dimensão na situação local e assim tomarmos as decisões mais assertivas”.

 

Do mesmo modo, a infectologista e integrante do COE/MS (Centro de Operações Emergenciais), Mariana Croda, acredita que a ampliação do atendimento no drive thru é uma medida correta a ser tomada diante do cenário atual. “A SES vem atuando na região, mesmo antes do elevado número de casos, principalmente no planejamento da abertura de novos leitos e dos fluxos assistenciais, uma das ações principais na região é a ampliação da testagem, porque dá respaldo aos gestores nas medidas adotadas”.

 

Atenção aos indígenas

Dados do Distrito Sanitário Especial Indígena de MS (DSEI/MS) revelam que são 77 indígenas com casos positivos de coronavírus. Para evitar o aumento da propagação, a SES adotou um sistema estratégico de combate ao vírus, iniciado muito antes do primeiro caso.

 

Para Mariana, entre as medidas adotadas pelo Governo de MS, junto ao DSEI/MS, está a instalação da unidade de vigilância virológica dentro dos territórios indígenas. “Conseguimos identificar assim o primeiro caso da aldeia indígena através de uma dessas unidades da SES, o que permitiu desencadear toda uma medida de contingência para o controle do surto. Sem essa rápida identificação no território indígena, a detecção seria tardia e não teria a mesma resolução”.

 

A SES montou unidades sentinelas para coleta de amostras de swab em pacientes indígenas que apresentassem sintomas de síndrome gripal, realizando exame RT-PCR de painel viral para onze tipos de vírus respiratórios e não apenas para o coronavírus.

 

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, desde o início da propagação do vírus em Dourados tem alertado para a situação e elencado as medidas necessárias. Resende ressalta: “É preciso um olhar especial para a comunidade indígena, não apenas de Dourados, mas também em todo o Estado”.  

Em complemento ao plano estratégico para o combate à pandemia, a SES e diversas instituições públicas e privadas elaboraram dentro de uma estrutura no Cursilho, organização pertencente a Diocese de Dourados, um local apropriado para receber casos positivos, sem gravidade.


Fonte: Secretaria de Estado de Saúde (SES)







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados