Página Inicial | QUINTA-FEIRA, 02 DE JULHO DE 2020
Postada por: Jr Lopes dia 25/05/2020
Dia dos Namorados movimentará R$ 74 milhões a menos em 2020
Compartilhar Notícia
Foto: Divulgação


Em 2020, os gastos com o Dia dos Namorados encolheram em 43%. Conforme levantamento do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS (IPF-MS) e Sebrae-MS, a data deve injetar R$ 100,61 milhões na economia de Mato Grosso do Sul, contra R$ 174,25 milhões. Os motivos para a redução da movimentação financeira vão além das quedas de consumo e também estão relacionados ao aumento do número de solteiros e às indecisões sobre o que comprar.  

 

A maioria dos recursos serão investidos em presentes, do total, R$ 72,62 milhões serão investidos em lembranças e R$ 27,99 milhões destinados às comemorações. De acordo com o presidente do IPF-MS, Edison Araújo, há um conjunto de fatores que refletem na movimentação financeira da data. “O recado importante ao empresário é que ele precisa estar atento às necessidades dos consumidores para que ofereçam serviços complementares. Pois mesmo se considerando que a maioria pretende entregar o presente pessoalmente, vale destacar que as recomendações ainda são de isolamento social. E por que não surpreender o namorado (a) ou esposo (a)? A entrega do presente na casa da pessoa, acrescida de uma surpresa, como uma carta e uma dobradura, por exemplo”, orientou.

 

Segundo a economista do IPF-MS, Daniela Dias, neste ano, o índice de pessoas que disseram estar solteiras é de 34%, 12 p.p. (pontos percentuais) acima de 2019, o que reflete na queda da movimentação. Dos que estão namorando, 62% informaram que vão comemorar a data, mas somente 20% pretendem ter algum tipo de gasto.

 

O perfil do consumo também mudou, apesar das compras serem realizadas em lojas físicas, os mecanismos para compras à distância, correspondem a 70% das preferências, apesar disso, 95% optarão por entregar o presente pessoalmente. Já as compras pela internet somam 25%. “Com a pandemia, além do bom atendimento, as medidas sanitárias adotadas pelo estabelecimento passam a contar como critério para escolha, apontadas por 20% dos entrevistados”, explicou Daniela.  

 

A analista do Sebrae-MS, Vanessa Schmidt, explica que duas atividades serão contempladas no Dia dos Namorados: alimentação e vendas de presentes, ou seja, o comércio. “É importante que o comerciante esteja atento: mesmo que o cliente não vá ao estabelecimento – já que muitos vão comemorar em casa – que personalize a entrega, seja com uma embalagem especial, algo que marque a data. Mesmo à distância, é preciso proporcionar uma experiência”, disse.  

 

O estudo aponta ainda que mais de 60% dos entrevistados irão priorizar as compras em lojas físicas, mesmo que não seja de forma presencial. “A loja deve mostrar as medidas de segurança adotadas neste momento de pandemia. Além disso, é válido pensar na personalização do presente, com entrega rápida e grátis, e a facilidade na forma de pagamento. O empresário deve aproveitar o momento para capital de giro, já que muitos clientes pretendem pagar à vista”, acrescenta Vanessa.

 

Perfumes, roupas, cestas com flores ou chocolates ficam no topo das preferências e a maioria, 68%, com pagamento à vista em dinheiro ou no débito. A pesquisa também traz o possível cenário sem a pandemia, e mostra que quanto às comemorações, não há grande alteração.

 

A pesquisa ouviu e 1.688 entre os dias 04 e 18 de maio e contempla os municípios de Bonito, Campo Grande, Corumbá/Ladário, Coxim, Dourados, Ponta Porã e Três Lagoas.


Fonte: Sebrae/ Assessoria







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados