Página Inicial | QUINTA-FEIRA, 02 DE JULHO DE 2020
Postada por: Jr Lopes dia 12/05/2020
Vettel não renova e está fora da Ferrari no fim da temporada
Compartilhar Notícia
Sebastian Vettel deixará a Ferrari ao fim de 2020 (Foto: Albert Gea / REUTERS)


A Ferrari anunciou nesta terça-feira (12/05) que não renovará o contrato com o piloto alemão Sebastian Vettel. Desta forma, o tetracampeão de Fórmula 1 deixará a escuderia após a temporada 2020. Desta forma, o único confirmado neste momento para o ano que vem é o piloto Charles Leclerc.

 

- Foi uma decisão tomada em conjunto entre nós e Sebastian, na qual todas as partes sentiram que foi para o melhor. Não foi uma decisão fácil, dado o valor de Sebastian como piloto e como pessoa. Não houve uma razão específica, além do sentimento em comum e amigável de que o tempo chegou para irmos em caminhos diferentes para alcançarmos os respectivos objetivos - disse Mattia Binotto, diretor da Ferrari.

 

A negociação com a Ferrari estava complicada, o desejo do alemão era um vínculo por mais três anos. Atualmente com 32 anos, Vettel alcançou na Ferrari 14 vitórias, mas jamais conseguiu repetir o desempenho dos tempos de Red Bull, pela qual venceu os quatro títulos de F1: 2010, 2011, 2012 e 2013.

 

Em cinco temporadas com a equipe, ele terminou três vezes no top-3 da classificação geral de pilotos. Em 2019, com apenas uma vitória, Vettel foi o quinto, sendo superado pelo recém-chegado Leclerc.

 

- Meu relacionamento com a Ferrari terminará ao fim de 2020. Para alcançar os melhores resultados possíveis no esporte, é vital para todas as partes trabalho em perfeita harmonia. A equipe e eu percebemos que não havia mais desejo em comum de permanecer juntos além desta temporada. Questões financeiras não fizeram parte dessa decisão conjunta - disse o piloto alemão.

 

Segundo o site alemão "Auto Motor und Sport", as possibilidades de substituição na Ferrari vão desde Daniel Riccardo, da Renault, passam por Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo, e também por Carlos Sainz, da McLaren. O destino de Vettel, por outro lado, ficaria entre Renault e a própria McLaren.

 

Vettel citou a pandemia do coronavírus para ressaltar a relevância da reflexão a respeito dos próximos passos.

 

- O que vem acontecendo no mundo nesses últimos meses faz com que reflitamos sobre quais são as prioridades na vida. As pessoas precisam usar a imaginação e adotar um novo olhar sobre uma situação que mudou. Eu, pessoalmente, vou refletir mais sobre o que realmente importa quando chegar o momento no futuro -  disse ele, no comunicado da Ferrari.


Fonte: Globo Esporte







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados