Página Inicial | TERÇA-FEIRA, 31 DE MARÇO DE 2020
Postada por: Jr Lopes dia 12/03/2020
Onevan defende redução das taxas cartorárias em Mato Grosso do Sul
Compartilhar Notícia
Onevan se posiciona contra projeto que prevê aumento das taxas(Foto: Divulgação)


O deputado estadual Onevan de Matos defendeu, na sessão plenária de quarta-feira (11/03), a redução das taxas notariais (cartórios) no Estado de Mato Grosso do Sul – posicionando-se, assim, contrário a aprovação do projeto de lei da forma que foi encaminhado à Assembleia Legislativa.

 

Direito à Escolha

Onevan ponderou em sua manifestação, ao apartear o deputado Marçal Filho, que o cidadão sul-mato-grossense tem o direito de escolher onde quer fazer os seus registros notariais, incluindo a opção pelo menor preço cobrado, como ocorre nos Estados de São Paulo e Paraná, cujos valores dos emolumentos são inferiores aos de Mato Grosso do Sul.

 

– As pessoas preferem viajar para São Paulo e ao Paraná, por exemplo, para fazer os seus registros notariais, simplesmente porque os valores cobrados naquelas unidades da federação são muito mais baratos do que os de Mato Grosso do Sul – explicou o parlamentar.

 

Cidadão Cansado

O deputado estadual também destacou que o contribuinte sul-mato-grossense está cansado de aumento de impostos, bem como de aumentos em taxas do serviço público, como as notariais e registrais, reiterando que a Assembleia Legislativa deve não apenas rejeitar a proposta como foi apresentada, bem como os deputados devem redigir conjuntamente uma emenda modificativa para reduzir os valores.

 

– A Assembleia Legislativa precisa assumir a posição de defesa do cidadão, do consumidor, do contribuinte sul-mato-grossense, que está cansado de impostos e taxas – complementou o deputado estadual Onevan de Matos.

 

Inconstitucional

Onevan de Matos rechaçou, por derradeiro, o dispositivo do projeto de lei que prevê a taxação de registros notariais realizados em outras unidades da federação: “Além de absurdo, é inconstitucional”, finalizou o parlamentar.


Fonte: Fernando Ortega/assessoria







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados