Página Inicial | TERÇA-FEIRA, 18 DE FEVEREIRO DE 2020
Postada por: Jr Lopes dia 18/12/2019
Liverpool passa sufoco, mas Firmino garante reencontro com o Flamengo na final do Mundial
Compartilhar Notícia
Observado por Salah, Firmino comemora o gol da vitória do Liverpool sobre o Monterrey (Foto: REUTERS/Kai Pfaffenbach)


Foi com emoção, muito trabalho de Alisson e gol nos acréscimos do segundo tempo, mas o Liverpool conseguiu fazer valer o favoritismo e venceu o Monterrey na semifinal do Mundial de Clubes, em Doha, nesta quarta-feira (18/12). Com desfalques e alguns titulares poupados, o time inglês abriu o placar com Keita aos 11 minutos de jogo, sofreu empate com Funes Mori praticamente no lance seguinte e levou sustos por algumas vezes até o fim, mas conseguiu com Firmino, que saiu do banco, a bola que garantiu o 2 a 1. Agora, o tão aguardado reencontro com o Flamengo está confirmado, 38 anos depois, na final do torneio, às 14h30 (horário de Brasília), no próximo sábado (21/12).

 

Time alternativo

Já sabendo que não ia contar com Lovren, Matip e Wijnaldum, o técnico Jürgen Klopp ainda teve Van Dijk como baixa nesta quarta. O zagueiro sentiu-se doente, sequer deixou o quarto do hotel, e obrigou o time a improvisar Henderson na defesa, ao lado de Joe Gomez. Além disso, Klopp optou por deixar no banco alguns titulares, como Alexander-Arnold, Mané e Firmino. Todos entraram no segundo tempo, e o camisa 9 brasileiro foi o herói da partida após assistência do lateral inglês.

 

O jogo

O gol no início fez parecer que o Liverpool teria tranquilidade: Salah deu lindo passe para Keita deslocar o goleiro rival cara a cara. Em seguida, porém, o Monterrey conseguiu reação rápida, igualou o placar após bate-rebate em bola parada e ainda foi para o intervalo com mais finalizações que os Reds.

 

A defesa formada por Milner, Gomez, Henderson e Robertson deu muitos espaços para a dupla Funes Mori e Pabón e teve que contar com o sempre inspirado Alisson para não sofrer a virada. O goleiro brasileiro fez pelo menos três boas defesas, trabalhando até mais que Barovero, camisa 1 do time mexicano.

 

Num grande vacilo da defesa do Monterrey, que vinha bem, foi que o gol da vitória veio. Arnold cruzou rasteiro e encontrou Firmino na pequena área para mandar para a rede.

 

Final e 3° lugar

O Monterrey encara o Al Hilal na disputa pelo terceiro lugar, às 11h30 (de Brasília) no sábado. Mesmo dia da final entra Liverpool e Flamengo, no estádio Khalifa International.


Fonte: Globo Esporte







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados