Página Inicial | SEXTA-FEIRA, 21 DE FEVEREIRO DE 2020
Postada por: Jr Lopes dia 24/10/2019
Sessão solene na Assembleia destaca a importância do papel do médico
Compartilhar Notícia
Coral da Assembleia se apresentou no início da sessão solene que homanegeou médicos de Mato Grosso do Sul (Foto: Wagner Guimarães/ALEMS)


“Ser médico é dar de si profundamente, sentir a dor do doente, compreender a sua sorte, é se doar por inteiro, é romper o nevoeiro que separa vida e morte”. Através desses e demais versos do poema “Ser médico”, de Murita Rios Sampaio, a presidente da Associação Médica de Mato Grosso do Sul, Maria José Martins Maldonado, tentou traduzir a importância vital da profissão, que foi homenageada na noite desta quarta-feira (23/10) em sessão solene realizada no Plenário Deputado Júlio Maia, na Assembleia Legislativa. No evento, proposto pelo deputado Renato Câmara (MDB), foi entregue a “Medalha do Mérito Médico Dra. Jeanne Elizabeth Wanderley Tobaru” a 47 médicos que têm se destacado em serviços prestados à população sul-mato-grossense.

 

A solenidade, alusiva ao Dia do Médico, comemorado em 18 de outubro, é prevista na Resolução 26/2012, que instituiu a honraria. No início do evento, os participantes prestigiaram a apresentação do Coral da ALEMS, que cantaram as músicas Recuerdos de Ypacarai e Aquarela do Brasil. “Essa sessão é de suma importância, devido aos trabalhos relevantes que temos na área da Saúde. Realizamos essa homenagem todos os anos e, desta vez, a propositura é do Renato Câmara, com aprovação dos 24 deputados da Casa”, afirmou o presidente do Parlamento, deputado Paulo Corrêa (PSDB). 

 

Além do presidente e do deputado propositor, participaram da sessão os parlamentares Barbosinha (DEM), Eduardo Rocha (MDB), Evander Vendramini (PP), Felipe Orro (PSDB), Gerson Claro (PP), Herculano Borges (Solidariedade), Marçal Filho (PSDB), Marcio Fernandes (MDB), Neno Razuk (PTB) e Professor Rinaldo (PSDB). As indicações também foram feitas pela Associação Médica e pelo Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul.

 

Indicados pelo deputado Renato Câmara, foram homenageados com a “Medalha do Mérito Médico Dra. Jeanne Elizabeth Wanderley Tobaru” os médicos Diogo Bossay, Eldecastro Sevilha, José Roberto Pelegrino, Juliano de Souza Sanches, Lauro Satoshi Iguma, Marcelo Santana Silveira, Maurílio Ferreira Azambuja (só diploma), Milton Nakao, Nélio Shigueru Kurimori, Paulina Trotta Abrão, Pedro Lúcio Zanuncio, Rodrigo Tibiriçá Monteiro, Silvio Antônio Ueda, Takeshi Matsubara e Valmir Pedroso.

 

A Associação Médica de Mato Grosso do Sul entregou a honraria aos médicos Ana Maria Vieira Rizzo, Justiniano Barbosa Vavas, Maurício Simões Corrêa, Sérgio Luís Reis Furlani e Valdir Shigueiro Siroma. Já o Sindicato dos Médicos do Estado homenageou os profissionais Carlos Shigueyoshi Aguni, Flávio Freitas Barbosa,  José Luiz Mikimba Pereira, Leika Aparecida Ishiyama Geniole, Luzia da Silva Santana (in memorian), Maurício Agapito Ortiz Ocariz e Nestor Muzzi Ferreira Filho.

 

O deputado Paulo Corrêa prestou homenagem à médica Bianca Rahal Paraguassú. Ela foi acompanhada por familiares e sua medalha foi entregue pelo ex-juiz Aleixo Paraguassú. Por indicação de Barbosinha, foram homenageados Luiz Machado de Souza e Majid Mohamad Ghadie. Indicados pelo deputado Eduardo Rocha, receberam a honraria os médicos Cassiano Rojas Maia e Luís Rodrigo Gonçalves Gatto. Os homenageados por Evander Vendramini foram Gley Joaquim Fonseca dos Santos e Manoel João da Costa Oliveira.

 

O deputado Felipe Orro entregou a medalha a Roberto Trindade. Os médicos homenageados pelo parlamentar Gerson Claro foram José Valério Librelotto Stefanello e Newton Renato Ouriques Couto. Por indicação de Herculano Borges, recebeu a honraria a médica Cenilse Lima Silva Berbert. Marçal Filho entregou a medalha a Luciano Silveira Rodrigues e Patrícia Helena Guttenberg Pires Teixeira. Indicada por Marcio Fernandes, a médica Raylla Nábila dos Santos esteve entre os homenageados. Neno Razuk prestou homenagem aos médicos Ana Paula Brianezi Zanoni e Renato Oliveira Garcez Vidigal. O deputado Professor Rinaldo entregou a honraria a Maria José Martins Maldonado. André Augusto Wanderley Tobaru, filho da médica Jeanne Elizabeth Wanderley Tobaru, que dá o nome à medalha, foi o homenageado do deputado Lucas de Lima (Solidariedade) e recebeu a honraria de um assessor do parlamentar.

 

Importância do médico traduzida em poesia

Em nome dos homenageados, Maria José Martins Maldonado, agradeceu à iniciativa da Casa de Leis, através da proposição do deputado Renato Câmara, e lembrou que o 18 de outubro foi escolhido com o Dia do Médico em referência a São Lucas. “São Lucas é o médico de homens e de almas”, disse. “Agradecemos a oportunidade de curar, de aliviar sofrimentos. Só nós sabemos o quanto é gratificante ver no rosto do paciente o alívio de ser curado”, completou.

 

Depois de mencionar percalços da profissão, como má remuneração e enfrentamento de diversos processos judiciais, Maria José buscou na poesia uma forma de traduzir a importância que tem os médicos na vida das pessoas. “Ser Médico... aliviar sofrimentos, penetrar fundo nos tormentos da humanidade”, afirmou, lendo poema da também médica, Murita da Cruz Rios Sampaio (o poema completo está no fim da matéria).

 

Também discursaram André Augusto Tobaru, Marcelo Santana Silveira, presidente do Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul, Juberty Antonio de Souza, e Crhistinne Cavalheiro Gonçalves, secretária-adjunta da Secretaria Estadual de Saúde. Além de agradecerem as homenagens, eles realçaram a importância da profissão e enfatizaram problemas diversos enfrentados pela categoria, como “precarização do ensino médico” e número elevado de cursos de medicina.

 

Ser médico


(Murita L. da Cruz Rios Sampaio)


Ser Médico... aliviar sofrimentos, penetrar fundo nos tormentos da humanidade


Ser Médico... dar de si profundamente, sentir a dor do doente, compreender a sua sorte, é se doar por inteiro, é romper o nevoeiro que separa vida e morte


Ser Médico... uma vida a dar vidas, a mão que cura feridas, a palavra que conforta, o olhar compadecido. Ele é sempre o amigo que ao bater lhe abre a porta


Ser Médico... é infundir confiançaao velho, ao jovem, à criança. É ser de Deus o instrumento, dando alívio à dor alheia Tecer fibra a fibra uma teia, seguindo o seu juramento


Ser Médico... é ter na mão a leveza, agir com delicadeza, é ver em cada criatura, o pai, a mãe, o filho, o parente para que seu trabalho apresente o dom verdadeiro da cura


Ser Médico... é empreender com carinho, conhecer e traçar seu caminho sem jamais pensar no tédio. Comprimidos não resolvem, nem diplomas se devolvem... É uma paixão sem remédio!


Fonte: Agência ALEMS







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados