Página Inicial | QUINTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2019
Postada por: Jr Lopes dia 07/08/2019
Saques do FGTS vão injetar R$ 537 milhões no Estado
Compartilhar Notícia

Os saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) vão injetar R$ 537,2 milhões na economia de Mato Grosso do Sul, entre o dia 13 de setembro e o dia 30 de março de 2020, período em que os trabalhadores poderão retirar os valores a que têm direito. 

 

Em todo o Estado, 1.409.860 terão direito a sacar os R$ 500 nesta primeira etapa do saque. Os pagamentos, que começam no mês que vem, se estenderão até março de 2020 e serão liberados conforme o mês de aniversário do trabalhador. 

 

Os clientes da Caixa Econômica Federal terão preferência no recebimento: receberão os valores em suas contas poupança, a partir do dia 13 de setembro. 

 

Trabalhadores clientes de outros bancos receberão os benefícios a partir do mês de outubro, no dia 18. O pagamento também ocorrerá nas agências da Caixa, ou em casas lotéricas. 

 

Somente neste ano, a Caixa Econômica Federal prevê liberar R$ 398.739.051,95 para 938.876 trabalhadores.

No ano que vem, serão outros R$ 138.491.273,33 para 470.994 trabalhadores. Em todo o Brasil, os saques do FGTS beneficiarão 96,4 milhões de trabalhadores, R$ 39,8 bilhões.

 

Nas casas lotéricas, poderão ser realizados saques de até R$ 100, com a apresentação de um documento de identidade e do CPF. Nesse caso, o escalonamento será mais longo.

 

SAQUE-ANIVERSÁRIO

A Caixa Econômica Federal também divulgou nesta semana o cronograma para os saques na modalidade aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, que passará a existir a partir do próximo ano. Quem escolher mudar de regime terá um cronograma diferente no primeiro semestre de 2020.

 

Para os nascidos em janeiro e fevereiro, o saque-aniversário em 2020 ocorrerá de abril a junho. Para os nascidos em março e abril, o pagamento da modalidade em 2020 será realizado de maio a julho. Para os nascidos em maio em junho, o saque-aniversário em 2020 ocorrerá de junho a agosto.

 

Já os nascidos a partir de julho seguirão o cronograma normal previsto para a modalidade, com saques no mês de aniversário e nos dois meses seguintes. Ou seja, os nascidos em julho poderão sacar de julho a setembro, seguidos pelos nascidos em agosto (agosto a outubro), setembro (setembro a novembro), outubro (outubro a dezembro), novembro (novembro a janeiro) e dezembro (dezembro a fevereiro).

 

Quem optar por sacar um porcentual do FGTS todos os anos terá de comunicar a Caixa a partir de 1º de outubro deste ano. 

 

Ao fazer isso, o trabalhador abre mão de sacar a totalidade dos recursos em caso de demissão sem justa causa. O saque da multa de 40% segue inalterado. 

 

A migração não é obrigatória e quem escolher a mudança poderá voltar para o regime anterior dois anos após realizar o retorno.

 

As demais hipóteses de saque – casa própria, doenças graves, aposentadoria e falecimento – não foram alteradas.

 

POUPANÇA

O saque começará pelos trabalhadores que têm conta-poupança na Caixa. São cerca de 33 milhões de pessoas. Para eles, o depósito do valor será feito automaticamente, entre 13 de setembro e 9 de outubro, dependendo do mês de aniversário.


Fonte: Correio do Estado







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados