Página Inicial | SEGUNDA FEIRA, 22 DE JULHO DE 2019
Postada por: Jr Lopes dia 03/05/2019
Escola do Sesi de Naviraí lança tema do Torneio Interclasse de Robótica 2019
Compartilhar Notícia
Foto: Divulgação


As escolas do Sesi de Naviraí e de Três Lagoas lançaram, nesta quinta-feira (02/05), o tema deste ano do Torneio Interclasse de Robótica - First Lego League: “Architecture City Shaper – E Se Você Pudesse Construir um Mundo Melhor? Por Onde Você Começaria”. A competição propõe que estudantes com idade entre 9 a 16 anos sejam apresentados ao mundo da ciência e da tecnologia de forma divertida, por meio da construção de robôs feitos inteiramente com peças Lego e programados com a tecnologia Lego Mindstorms EV3 e NXT. O tema também lançado na Escola do Sesi de Três Lagoas.

 

Em Naviraí e Três Lagoas, os alunos foram reunidos em times de até dez integrantes, que representam os times das duas escolas do Sesi e, sob a orientação de um professor-técnico e mentor, usam a imaginação e a criatividade para investigar problemas e buscar soluções inovadoras que contribuam para um mundo melhor. Os competidores desenvolveram projetos de pesquisa inovadores que poderão, quem sabe, ajudar milhões de pessoas no futuro.

 

Durante esse processo, novos horizontes são abertos para que os participantes desenvolvam o interesse pela ciência e tecnologia e descubram novas possibilidades de carreira. Na Escola do Sesi de Naviraí, neste ano, a cerimônia de lançamento do tema do torneio foi inovadora, pois os alunos convidaram para uma palestra o arquiteto Renan Rojas e o empreendedor Otavio Monteiro.

 

Primeiro, eles participaram de uma palestra sobre arquitetura inteligente, depois foram estimulados a pensar em soluções inteligentes levando em consideração a sociedade como um todo e, posteriormente, foram direcionados ao desafio de buscar soluções para problemas do cotidiano por meio da arquitetura inteligente. A cada resposta dada, os alunos eram direcionados para novas perguntas com o intuito de fazer com que eles pensassem em soluções não existentes ou não convencionais para os problemas do dia a dia.

 

“Momentos como esses que entregam comunidade e escola, são muito ricos, pois os alunos passam a perceber a conexão existente entre a escola e a sociedade, começam a perceber que a sua educação é conectada, que os conhecimentos ministrados na escola fazem parte de um arcabouço social e que não são lineares”, destacou a diretora Paula Nudimila de Oliveira Silva.

 

Para o arquiteto Renan Rojas, do Estúdio DOA de Naviraí, ter a oportunidade de conversar e trocar experiências com jovens da Escola do Sesi foi um privilégio. “Falar de coisas que amo e julgo importantes para o desenvolvimento dos seres humanos e, em contrapartida, descobrir que existe um lugar cheio de gente interessada e motivada, aqui tão perto, é realmente impagável”, destacou.

 

Já a estudante Maria Luísa de Souza Estulano, do 9º ano do Ensino Fundamental, a palestra foi muito interessante. “Gostei da fala sobre reutilização de materiais e sobre o Projeto do Bairro de Madeira, bairro pensado para ser sustentável e construído com materiais naturais, o que eles pretendem criar é um espaço sustentável de integração de pessoas. Os palestrantes falaram bastante sobre arquitetura, o que contribuiu muito para pensarmos no tema do nosso Torneio de Robótica, que esse ano trata de Arquitetura Inteligente”, pontuou.


Fonte: Fiems/DICOM







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados