Página Inicial | SEGUNDA FEIRA, 20 DE MAIO DE 2019
Postada por: Jr Lopes dia 02/05/2019
Trabalhadores recebem homenagem na ALMS nesta quinta-feira
Compartilhar Notícia
Comenda do Mérito do Trabalho Ministro Wilson Fadul será entregue a homenageados por proposição do deputado Felipe Orro (Foto: Luciana Nassar/ ALMS)


A outorga da Comenda do Mérito do Trabalho Ministro Wilson Fadul marcará a comemoração do Dia do Trabalho na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS). A sessão solene será realizada nesta quinta-feira (02/04), a partir das 19h30, no Plenário Júlio Maia, por proposição do deputado Felipe Orro (PSDB), autor da Resolução 05/2011, que instituiu a honraria.

 

“Na época, julguei necessário e ainda tenho a mesma concepção de que é muito importante o reconhecimento do trabalhador pela Assembleia Legislativa. Estamos honrando cidadãos que fizeram suas vidas e a de outras pessoas em cima do trabalho duro e honesto. Homens e mulheres que se destacaram, exatamente, pelo mérito de seus esforços”, explicou o parlamentar.

 

A comenda é destinada a agraciar personalidades que, em razão de sua atividade, se destacaram no contexto sócio-político-econômico, contribuindo de qualquer forma com a dignidade do trabalho, conforme justificativa do projeto que deu origem à resolução. A honraria pode ser concedida à personalidade nacional ou estrangeira, trabalhador, profissional ou empreendedor.

 

Wilson Fadul – Segundo Orro, Wilson Fadul foi escolhido para dar nome à comenda por sua atuação política no Mato Grosso, antes da divisão do estado. “Homem honrado, leal a seus princípios, é uma biografia que justifica e dignifica a Comenda do Mérito do Trabalho”, ressaltou Felipe Orro na ocasião da criação da honraria.

 

Após se formar em Medicina, Fadul entrou para a Aeronáutica, tendo sido transferido como segundo-tenente para servir na Base Aérea de Campo Grande. Teve os direitos políticos cassados pela ditadura militar e passou a residir no Rio de Janeiro em 1964. Com a reabertura política, em 1979, ajudou Leonel Brizola a fundar o PDT e retornou a Mato Grosso do Sul, onde organizou o partido e foi o primeiro candidato a governador. Morreu aos 91 anos de idade no Rio de Janeiro.


Fonte: Agência ALMS







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados