Página Inicial | SEXTA-FEIRA, 19 DE ABRIL DE 2019
Postada por: Jr Lopes dia 28/01/2019
Torcedor do Goiás é morto a tiros antes do clássico com Vila Nova
Compartilhar Notícia
Rondinelly foi atingido por tiros em Senador Canedo e morreu (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)


Rondinelly Borges de Oliveira, de 22 anos, morreu na tarde deste domingo (27/01), antes do clássico entre Goiás e Vila Nova, disputado na Serrinha. Ele era torcedor esmeraldino e foi atingido por tiros em Senador Canedo, Região Metropolitana de Goiânia.

 

Rondinelly foi levado para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), recebeu atendimento, mas, de acordo com a assessoria de imprensa do hospital, não resistiu aos "múltiplos ferimentos por arma de fogo".

 

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

 

Goiás e Vila Nova se enfrentaram neste domingo pela terceira rodada do Campeonato Goiano em jogo de torcida única. O time esmeraldino venceu por 2 a 0, gols dos atacantes Michael e Júnior Brandão.

 

Em seu site oficial e nas redes sociais, o Goiás postou foto e texto lamentando o episódio de violência e a morte prematura de Rondinelly.

 

Veja o texto na íntegra:

 

Você não conhece o Rondinelly, mas vamos contar a sua história.


O garoto de 22 anos teve sua história atrelada ao Goiás há 8 anos, quando descobriu que seu irmão havia sido diagnosticado com um câncer no fígado. Após 18 meses de luta contra a doença, seu irmão não resistiu, e se despediu. Uma mãe chorou. Um irmão chorou.


Dois mil dias depois, sua mãe o viu saindo de casa mas não verá o seu retorno. Rondinelly foi assassinado enquanto estava a caminho do Estádio Hailé Pinheiro. Uma mãe chorou. Quantas mães vão chorar ao saber que não terão seus filhos de volta? Quantos irmãos vão olhar para o lado e ter apenas a dor da saudade?


O Goiás Esporte Clube está de luto.

Isso não é futebol.


Fonte: Globo Esporte







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados