Página Inicial | SEGUNDA FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2018
Postada por: Jr Lopes dia 31/07/2018
Bahia empata aos 48, deixa Z-4 e empurra Galo para quarto
Compartilhar Notícia
Bahia e Atlético-MG empataram por 2 a 2 na Arena Fonte Nova (Foto: Romildo de Jesus/Futura Press)


Bahia e Atlético-MG fizeram um duelo bastante pegado na Arena Fonte Nova na noite desta segunda-feira (30/07). O gol do Galo muito cedo, logo aos quatro minutos, com Matheus Galdezani, transformou a partida em um ataque contra a defesa, e assim foi por praticamente 80 minutos. O Tricolor tentou muitas bolas aéreas, mas chegou ao gol pelo chão, apenas aos 38 minutos da segunda etapa, com Gilberto. Nos acréscimos, Chará deixou Ricardo Oliveira na cara do gol, e o camisa 9 do Galo não perdou e fez 2 a 1. Vitória conquistada? Nada feito. Aos 48 minutos, Régis aproveitou bobeira defensiva e deixou tudo igual novamente.

 

O torcedor do Bahia que demorou a entrar no estádio chegou com o seu time já perdendo por 1 a 0. Logo aos quatro minutos, Matheus Galdezani aproveitou passe de Chará e fez o primeiro. A partir dai o Bahia controlou o jogo e levou muito perigo, principalmente nas bolas aéreas, mas pouco conseguiu levar perigo ao gol de Victor.

 

O Atlético-MG conseguiu controlar a segunda etapa e não levar muito perigo. O Bahia seguiu tentando excessivamente os cruzamentos. Quando o desgaste físico já era evidente, o Bahia conseguiu o empate com Gilberto, aproveitando vacilo da defesa. No entanto, as emoções ainda não tinham acabado. Aos 46, Ricardo Oliveira apareceu sozinho na área e recolocou o Galo em vantagem, mas aos 48 minutos, na última chance, Régis aproveitou erro de Patric e deixou tudo igual novamente: 2 a 2 na Fonte Nova.

 

Ricardo Oliveira ficou sumido o jogo inteiro. Anulado pela defesa do Bahia, pouco produziu dentro da área e também fora dela, mas o faro de matador nunca deixou o camisa 9. Na primeira chance que teve, aos 46 minutos do segundo tempo, o atacante deixou sua marca. Cara a cara com Anderson, marcou o segundo gol do Galo no jogo.

 

A fase de Gilberto é um dos destaques do Bahia. O atacante acumula quatro gols em quatro jogos com a camisa da equipe baiana. O camisa 9 deixou sua marca contra Chapecoense, Vitória, Cerro e agora com o Atlético-MG.

 

O empate não foi um bom resultado para nenhuma das equipes. Um pouco melhor para o Bahia, que com o ponto somado chegou a 17 e deixou a zona de rebaixamento. O Galo perdeu a chance de se aproximar de São Paulo e Flamengo, mas subiu para o quarto lugar na classificação do Campeonato Brasileiro.


Fonte: Globo Esporte







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados