Página Inicial | QUINTA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2018
Postada por: Jr Lopes dia 27/03/2018
Vítima de estupro memoriza placa de carro e suspeito é preso 4h depois
Compartilhar Notícia

A Polícia Civil prendeu um pintor de 31 anos, suspeito de estuprar uma mulher que fazia caminhada na avenida vereador Thyrson de Almeida, bairro Guanandi, em Campo Grande. O homem foi identificado e levado para a delegacia 4 horas após o crime e, segundo a investigação, o depoimento da jovem de 23 anos foi essencial para a identificação do criminoso, já que ela memorizou a placa do carro do suspeito.

 

"O crime ocorreu às 17h18 e, por volta das 21h, ele já estava identificado e preso. A vítima nos repassou a placa e verificamos que ele estava no veículo prata. Nossa intenção é divulgar a imagem dele e verificar se existem mais vítimas", afirmou ao G1 a delegada Fernanda Félix, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam).

 

O homem prestou depoimento e negou o crime. A vítima contou que houve uma primeira abordagem, quando o suspeito perguntou sobre um relógio. Ela disse que não viu e continuou caminhando. Logo depois, uma nova abordagem e, desta vez, com um canivete, o homem a obrigou a entrar no carro.

 

A jovem ainda tentou escapar, mas recebeu novas ameaças e então entrou no carro. Houve o abuso sexual e o suspeito somente parou quando seu telefone começou a tocar. A delegada explicou que o homem apresentou um álibi, dizendo que estaria ao lado da esposa. Mas, ainda conforme a polícia, foi a própria esposa quem desmentiu a versão apresentada por ele.

 

O suspeito, que possuía apenas um registro por extravio, deve responder por estupro. A pena pode chegar a 10 anos de reclusão.


Fonte: TV Morena







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados