Página Inicial | SEGUNDA FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2018
Postada por: Jr Lopes dia 26/03/2018
Operário bate o Sete no Douradão e se garante na final do Estadual
Compartilhar Notícia
Luiz Miguel e Rodrigo Gral comemoram gol do Operário (Foto: Reprodução/TV Morena)


O Operário bateu o Sete, na tarde deste domingo (25/03), no Douradão, e se garantiu na final do Sul-Mato-Grossense 2018. Em uma partida muito equilibrada e cheia de emoções, o Galo levou a melhor. Um empate era o suficiente, mas o time de Campo Grande venceu por 2 a 1. Na grande decisão, o Operário vai enfrentar Novo ou Corumbaense, que jogam na próxima quarta-feira (28/03).

 

PRIMEIRO TEMPO

O Operário começou o jogo mais ligado. O goleiro Diego teve que trabalhar desde o início. A partida ficou mais equilibrada a partir dos 12 minutos. Da Silva recebeu a bola na ponta esquerda, invadiu a grande área, driblou o zagueiro do Sete e quando bateu para o gol foi travado. O Sete respondeu na sequência, Rodrigo Ost tabelou com Leandrinho e bateu forte. Pereira fez ótima defesa.

 

No lance seguinte, Luiz Miguel cruzou na pequena área. Rodrigo Gral mergulhou e mandou de cabeça na trave. O Galo continuou no ataque. Na cobrança de falta, a bola tinha endereço certo. Diego voou para salvar o Sete.

 

Aos 35 minutos o goleirão do Sete fez a diferença mais uma vez. Luiz Miguel saiu na cara do gol e foi travado. Aí veio o vacilo da defesa do Sete. Da Silva foi rápido na cobrança de lateral e lançou em profundidade para Luiz Miguel. O meia ganhou na corrida do zagueiro Felipe, invadiu a pequena área e bateu firme para abrir o placar.

 

SEGUNDO TEMPO

O Sete voltou melhor, mas outra vez, foi o Operário que levou perigo primeiro. Após cobrança de falta, Baiano cabeceou e a bola explodiu na trave. A resposta veio na sequência, Lucas Adão soltou a bomba. Pereira se esticou todo para evitar o empate.

 

Após cobrança de escanteio, Kéverson pegou de primeira. A bola passou perto do gol do Operário. Pouco depois, o Sete reagiu. A bola ficou viva dentro da pequena área. Pereira quase deixou escapar, mas se recuperou a tempo.

 

O empate veio aos 40 minutos, Lucão invadiu a grande área. O zagueiro Rodrigo Arroz e o goleiro Pereira bateram cabeça. Arroz tentou cortar o lance e acabou dando um passe para o jogador do Sete, que empatou a partida.

 

O Sete era pressão total, mas nos acréscimos veio o balde de água fria. O Operário saiu no contra-ataque. Fernandinho limpou o lance, perto da grande área e soltou a bomba, no ângulo. Um lindo gol para colocar o Galo de vez na decisão do estadual. 

 

PRÓXIMOS JOGOS

O Operário volta a campo no próximo domingo (01/04). O Galo vai enfrentar o outro finalista, que será definido na partida entre Corumbaense e Novo. A partida vai ser na quarta-feira (28/03), em Corumbá. O primeiro jogo, em Campo Grande terminou 1 a 1. O Carijó da Avenida precisa apenas de um empate. Para chegar à final, o Novo precisa vencer o jogo fora de casa.

 

CONFUSÃO

O final da partida foi marcado por confusão. Alguns jogadores do Sete estavam reclamando muito de um lance, nos minutos finais. Policiais se preparavam para escoltar o trio de arbitragem. Os jogadores começaram a discutir com os PMs. Torcedores arremessavam garrafas plásticas em direção a todos que estavam saindo de campo.

 

De repente, um dos policiais lançou gás de pimenta em direção aos atletas. Um dos agentes fez disparo de bala de borracha. A situação ficou tensa, mas logo foi resolvida.


Fonte: TV Morena







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados