Página Inicial | SÁBADO, 22 DE SETEMBRO DE 2018
Postada por: Jr Lopes dia 21/03/2018
São Paulo vence São Caetano e vai às semifinais do Paulistão
Compartilhar Notícia
Tréllez comemora primeiro gol do São Paulo após falha do goleiro do São Caetano (Foto: Paulo Pinto / saopaulofc.net)


O São Paulo se tornou o primeiro semifinalista do Campeonato Paulista de 2018 durante a chuvosa noite desta terça-feira (20/03). Empurrado por 17 mil torcedores, o time tricolor mostrou a atitude exigida pelo técnico Diego Aguirre, que fez sua primeira partida no Morumbi, e derrotou o São Caetano por 2 a 0, com gols de Tréllez e Diego Souza, ambos anotados no segundo tempo.

 

Com o triunfo, o placar agregado deste confronto de quartas de final terminou 2 a 1 para o São Paulo, que havia perdido por 1 a 0 no duelo de ida, disputado no Estádio Anacleto Campanella, no último sábado. Agora, os comandados de Aguirre esperam os embates desta quarta e quinta-feira para conhecer o adversário nas semifinais do Paulistão.

 

O Jogo – Buscando a virada, Aguirre promoveu seis mudanças na escalação. Jean, Petros e Diego Souza foram barrados; Rodrigo Caio e Cueva, a serviço de suas respectivas seleções, não estavam à disposição; Júnior Tavares, com lesão na coxa direita, virou desfalque de última hora. Em suas vagas entraram, respectivamente, Sidão, Liziero, Tréllez, Bruno Alves, Marcos Guilherme e Reinaldo.

 

Com um time mais veloz em campo, o São Paulo começou testando o goleiro do Azulão logo de cara. No primeiro minuto, Tréllez arriscou de longe, exigindo grande defesa de Paes. Na sequência, Marcos Guilherme cruzou, encobriu o camisa 12 e acertou o poste direito do gol.

 

Aos 17 minutos, nova chance: após cobrança de escanteio, Reinaldo aproveitou a sobra na segunda trave, mas foi abafado por Paes. A bola subiu, e Éder Militão por pouco não conseguiu empurrar de cabeça para o gol.

 

Com praticamente os 11 jogadores no campo do São Caetano, o Tricolor impunha correria, mas errava muitos passes. Os visitantes, por sua vez, desceram três vezes com perigo em contra-ataques, mas não deram grande trabalho a Sidão.

 

Para a etapa complementar, o São Paulo voltou com Lucas Fernandes no lugar de Valdívia, que saiu devido a dores na coxa esquerda. No Azulão, Pintado sacou o meia Nonato para a entrada do atacante Niltinho. Atuando contra a impaciência da torcida, que xingou Aguirre de “burro” em função da troca, o Tricolor criou duas boas oportunidades logo de cara.

 

Após tabelar com Liziero pela esquerda, Reinaldo cruzou na área. Tréllez se antecipou ao zagueiro e desviou de cabeça, mas a bola não ganhou força e saiu pela lateral. Pouco depois, Lucas Fernandes recebeu na esquerda, limpou a marcação e bateu cruzado, com perigo, mas para fora.

 

A pressão continuou e, de tanto insistir, os mandantes foram premiados com um erro crasso do goleiro rival. Após ter a bola recuada na área, Paes demorou a chutar e foi travado por Tréllez. A bola subiu, e o colombiano empurrou de cabeça para findar a vantagem do São Caetano no confronto.

 

A dez minutos do fim, buscando o gol que lhe daria a vaga direta, Aguirre colocou Diego Souza na vaga do jovem Liziero. E deu certo. Após bela jogada de Nenê, Lucas Fernandes, que entrou bem na partida, cruzou na área. O camisa 9, vindo de trás, testou firme. A bola ainda bateu na trave e no goleiro antes de entrar. Nos minutos finais, os visitantes esboçaram uma pressão, mas o Tricolor se segurou bem e avançou para fazer a festa da torcida no Morumbi.


Fonte: Gazeta Esportiva







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados