Página Inicial | SEGUNDA FEIRA, 15 DE OUTUBRO DE 2018
Postada por: Jr Lopes dia 22/01/2018
Corumbaense vence o Ceilândia pela Copa Verde
Compartilhar Notícia
Corumbaense fez o dever de casa e venceu o Ceilândia-DF por 3 a 1 no primeiro jogo do mata-mata da Copa Verde (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)


O Corumbaense deu um grande passo rumo a classificação para as oitavas de final da Copa Verde de 2018. Jogando em casa, o “Carijó da Avenida” saiu atrás no placar mas conseguiu o gol de empate e a virada ainda na etapa inicial em tarde deste domingo (21/01) de forte calor em Corumbá. Com o resultado, o “Alvinegro Pantaneiro” avança até se perder por um gol de diferença em Ceilândia, no Distrito Federal.

 

Foi o primeiro grande desafio do Corumbaense na temporada. Nos dois jogos que o time tinha feito contra União-ABC (amistoso) e Operário de Dourados (estreia do Estadual), o Carijó da Avenida ainda não tinha sido testado de maneira efetiva defensivamente. O gol sofrido aos 36 minutos do primeiro tempo após a bola sobrar na área para Alcione, serviu para o treinador Douglas Ricardo analisar o comportamento do time em condições adversas, o que ainda não tinha acontecido.

 

Atento, o time não se desesperou e chegou ao empate cinco minutos depois com Jaime, que tinha acabado de entrar no lugar do zagueiro Rodrigo Milanez, que saiu após uma pancada na coxa. Valdinei bateu falta na cabeça do zagueiro, sem chance para o goleiro Wendel do Ceilândia de mais de 2 metros de altura.

 

“Agradeço a Deus, ele me iluminou, a bola veio pra mim e fiz o primeiro gol que deu início à reação do time, veio a virada e graças a Deus o time se portou bem. Agora é manter os pés no chão, com muita humildade para que a gente consiga a classificação lá na casa deles”, disse Jaime.

 

Aos 45 minutos, pênalti para o Corumbaense após Mutuca ser puxado na área. William escolheu o canto direito enquanto o goleiro adversário pulou para o esquerdo. Por causa do forte calor houve parada técnica aos 30 minutos da etapa inicial.

 

No segundo tempo, o Corumbaense voltou com o mesmo time e o Ceilândia demonstrava estar satisfeito com o resultado. O time se comportou da mesma maneira durante todo o jogo, marcando no setor defensivo e apostando no contra-ataque para surpreender o time local. Aos 11 minutos do segundo tempo, Douglas Ricardo repetiu a substituição da estreia do Estadual: saiu Agnaldo para a entrada de Da Matta. Aos 24 minutos, Elivélton, campeão estadual em 2017 estreou após entrar no lugar de William. O Ceilândia ainda trocou Alcione, autor do gol, por Adriano e Batata por Júlio Ferrari.

 

Mais agressivo, o Corumbaense marcou o terceiro com o goleador Geraldo “G9” aos 25 minutos. O artilheiro que marcou seu segundo gol na temporada acreditou na jogada de Valdinei que cruzou na segunda trave e encontrou “G9” livre para escolher o canto direito do goleiro Wendel. Na comemoração, Geraldo tirou a camisa e acabou levando cartão amarelo.

 

“As coisas estão acontecendo, toda honra e toda glória sempre foi e sempre será dada a Deus. Não tem nada ganho, o time deles tem  muita qualidade e a gente sabe que na casa deles será mais difícil por mais que seja com portões fechados. Nossa equipe é boa, é muito bem treinada, o professor Douglas faz um trabalho excelente e temos certeza que vamos buscar nossa classificação", analisou “G9”.

 

O técnico Douglas Ricardo destacou o amadurecimento da equipe que mesmo em início de temporada, já consegue demonstrar em campo o que é trabalhado durante os treinamentos. O técnico também ressaltou o nivelamento entre reservas e titulares, que é fundamental para que o rendimento da equipe não diminua após as substituições, como aconteceu nas primeiras apresentações.

 

“Fomos muito conscientes, isso mostra que o time está amadurecendo, estamos realmente formando uma equipe. Soubemos jogar o jogo e merecemos o resultado. Enfrentamos uma equipe de muita qualidade, tivemos muita atenção e lá deve ser da mesma maneira. Demos um 'passinho', mas não tem nada definido porque a equipe deles é muito forte. Hoje entrou o Jaime, mas poderia ter entrado o Gustavo que tem trabalhado muito bem. São jogadores que eu confio, aquele que entrar tenho certeza de que vai corresponder”, destacou o treinador.

 

Após este resultado, o Corumbaense que disputa a fase preliminar da Copa Verde deste ano precisa apenas de um empate e pode perder por até um gol de diferença para avançar para as oitavas da competição. Caso elimine o Ceilândia, o time de Corumbá enfrenta o Luverdense de Mato Grosso na próxima fase. Operário de Campo Grande, o outro representante de MS na Copa enfrenta o Cuiabá, no dia 07 de fevereiro.

 

O campeão da Copa Verde, que conta com 18 times participantes, escolhidos a partir de seu desempenho nos campeonatos estaduais e pela posição no Ranking da CBF e é disputada no sistema de mata-mata com partidas de ida e volta, tem vaga garantida para as oitavas de final da Copa do Brasil do ano seguinte, o que pode render auxílio para participação na competição nacional de R$ 2,4 milhões.

 

Próximo desafio

O elenco relacionado para a partida de volta na quarta-feira, no estádio Maria Abadia (Abadião) no Distrito Federal viaja nesta segunda-feira, 22 de janeiro, às 18h para Campo Grande. Após a chegada, o time descansa, almoça e logo após pega o voo para Brasília com escala em Guarulhos-SP e  previsão de chegada às 17h de terça-feira. Na quarta-feira, após treinamento curto e descanso, vai para o jogo que acontece às 16h (horário de Brasília) e 15h no horário de Mato Grosso do Sul.

 

A partida deve acontecer com portões fechados. Os laudos para a liberação do estádio Maria Abadia deveriam ser apresentados até a sexta-feira, 19 de janeiro, o que não aconteceu.

 

Após a partida o time retorna para Campo Grande e aguarda em Ivinhema decisão sobre local do jogo, no dia 28 de janeiro, contra o Urso, pelo Estadual, já que o estádio de Mundo Novo não está liberado. Há possibilidade de que a partida seja transferida para Dourados.

 

O fisioterapeuta Marcelo Araújo, membro do departamento médico do clube, disse ao Diário Corumbaense que Rodrigo Milanez que saiu no primeiro tempo após “tostão” na região da coxa e Igor Pimentel, que sofreu um corte durante a partida, não devem ser dúvidas para o próximo jogo. “Vamos fazer um tratamento intenso com o Rodrigo e ele viaja. Até lá estará em condições, não será problema. O Igor Pimentel sofreu um corte na cabeça e vai precisar de pontos, mas também não será dúvida para o próximo jogo”, explicou Marcelo Araújo.

 

Por enquanto somente o atacante Fagner, que se machucou durante a pré-temporada e Tuia, que faz trabalho de condicionamento físico estão fora dos relacionados. Eduardo Arroz que viajou para acompanhar o nascimento do filho pode estar à disposição do técnico Douglas Ricardo na próxima partida.


Fonte: Diário Corumbaense







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados