Página Inicial | DOMINGO, 21 DE JANEIRO DE 2018
Postada por: Jr Lopes dia 22/11/2017
SED promove formação dos Jovens Protagonistas Acolhedores
Compartilhar Notícia
Foto: Emilia Sbrocco Dorsa – Secretaria de Estado de Educação (SED)


O acolhimento dos novos estudantes é uma prática educativa de extrema importância na Escola da Autoria. Nele, são revelados os primeiros sonhos – matéria prima dos Projetos de Vida e, também, o momento em que se inaugura um novo tempo na vida de todos que apoiarão a sua construção. No início do ano, os estudantes das escolas participantes são acolhidos por jovens pernambucanos e de outros estados, egressos das Escolas da Escolha, modelo que inspirou a Escola da Autoria de Mato Grosso do Sul.

 

Agora, chegando ao fim do primeiro ano da Escola da Autoria, os egressos de outros estados retornam a Mato Grosso do Sul, nos dias 23 e 24 de novembro, para uma formação com os estudantes que, no próximo ano, acolherão os novos estudantes no início das aulas, fazendo que esta prática executiva seja rotina das escolas que anualmente deverão contar com seus próprios estudantes “veteranos” para executá-la, inspirando os colegas e sendo um rosto amigo para fazer a diferença no período de adaptação.

 

A Formação dos Jovens Protagonistas Acolhedores acontecerá das 8h às 17h, no Centro de Formação Mariluce Bittar, em Campo Grande, com a participação de cinco estudantes, do 2º ou 3º ano, de cada uma das 12 Escola da Autoria de Mato Grosso do Sul, acompanhados pelo diretor e um coordenador pedagógico.


Escola da Autoria

Mais do que ampliar o tempo de permanência dos jovens na escola, a Escola da Autoria promove a formação para a vida, buscando ampliar as referências do estudante com relação aos valores e princípios que ele constitui ao longo de sua vida nos diversos meios com os quais interage; desenvolve um conjunto pleno de competências cognitivas, bem como um conjunto de outras competências essenciais nos domínios da emoção e da natureza social; e contribui para a redução do índice de abandono e aumenta a aprovação dos estudantes no ensino médio da Rede Estadual de Ensino.

 

A proposta da Escola da Autoria trabalha sobre a perspectiva da formação do jovem autônomo, solidário e com as competências necessárias para o século 21. Para que isso aconteça, a matriz dessas escolas atende de forma articulada as disciplinas da Base Nacional Comum e Parte Diversificada, que incluem disciplinas eletivas, projeto de vida, estudo orientado, pós-médio, práticas experimentais e ambientes de aprendizagem entre outras práticas.

 

A Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul conta atualmente com 12 Escolas da Autoria de ensino médio em tempo integral: Amélio de Carvalho Baís, Professor Emygdio Campos Widal, José Barbosa Rodrigues, Lúcia Martins Coelho, Manoel Bonifácio Nunes da Cunha, Severino de Queiroz, Maria Constança Barros Machado e Waldemir Barros da Silva, todas na Capital; além das escolas estaduais Julia Gonçalves Passarinho (em Corumbá); Rita Angelina Barbosa Silveira (em Dourados); Padre Constantino do Monte (em Maracaju); e Presidente Médici (em Naviraí).


Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados