Página Inicial | QUINTA-FEIRA, 23 DE NOVEMBRO DE 2017
Postada por: Jr Lopes dia 02/11/2017
Sob pressão, COB recebe propostas de mudanças no estatuto
Compartilhar Notícia
Assembleia Extraordinária Geral do COB (Foto: Gabriel Fricke)


As mudanças no esporte do país após a saída de cena de Carlos Arthur Nuzman, em outubro, passam por reuniões semanais no Comitê Olímpico do Brasil (COB). São os encontros de uma comissão para reformar o estatuto da entidade. Presidida pelo representante dos atletas, o ex-judoca Tiago Camilo, dela fazem parte os presidentes das confederações brasileiras de vela, Marco Aurélio de Sá; de esgrima, Ricardo Machado; e de atletismo, José Antônio Martins Fernandes.

 

A pressão pelo novo estatuto é grande. O COB ainda está parcialmente suspenso pelo Comitê Olímpico Internacional (COI). Já pode participar de encontros internacionais, mas uma verba de cerca de R$ 7 milhões está retida. Nesta quarta, a comissão ouviu sugestões de representantes da sociedade civil, duas associações sem fins lucrativos que buscam desenvolver o país através do esporte: a "Atletas Pelo Brasil", presidida pelo ex-jogador de futebol Raí, e a "Sou do Esporte", liderada por Fabiana Bentes. Na mesa, pedidos para dar aos atletas maior poder de decisão, um controle melhor da distribuição do dinheiro público e a abertura para a candidatura para a presidência do COB. Movimentos que seriam fundamentais para resgatar a reputação da entidade que controla o esporte olímpico no país.

 

A proposta de abrir a votação para presidente do COB para todos os atletas, tal como uma "Diretas Já", foi adiada neste primeiro momento dada a dificuldade de logística. Mas esta e qualquer outra mudança poderia ser prevista através de outra recomendação: a possibilidade de mudar o estatuto a cada dois anos.

 

- Não seria um estatuto para o resto da vida, como ficou com o Nuzman por 20 anos. Ele já vem com previsão de análise para sofrer mudanças. É um pontapé inicial. Estou esperançosa. O momento agora não é bater mais no Comitê. Estamos dando um voto de confiança - disse Fabiana.

 

Segundo a presidente da "Sou do Esporte", as sugestões foram bem recebidas, mas ainda precisam ser aprovadas pela comissão. A resposta virá na próxima semana. A versão do estatuto será apresentada às associações, que podem aprovar ou pedir novas mudanças, a serem acatadas ou não. O documento precisa ser aprovado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) antes de ser votado na próxima assembleia do COB, no dia 22 de novembro.


Fonte: Globo Esporte







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados