Página Inicial | TERÇA-FEIRA, 21 DE NOVEMBRO DE 2017
Postada por: Jr Lopes dia 08/06/2017
Conab mantém projeção de uma das maiores safras de milho da história
Compartilhar Notícia

O nono levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) que foi divulgado nesta quinta-feira (08/06), reafirma que Mato Grosso do Sul deve colher neste ciclo de inverno (2016/2017) uma das maiores “safrinhas” de milho de sua história.


A projeção é que a produção chegue a 8,994 milhões de toneladas, volume que é superado apenas pelo da temporada 2014/2015, quando atingiu o estado colheu 9,108 milhões de toneladas.


Frente ao ciclo passado (2015/2016), quando ocorreu uma grande quebra da produção, e a colheita chegou a 6,125 milhões de toneladas, a atual “safrinha” deve representar, de acordo com a Conab, um incremento de 46,8%.


A empresa pública federal atribui o aumento da produção nesta temporada a um conjunto de fatores. Um deles é o incremento de 5,1% na área cultivada, que passou de 1,665 milhão de hectares para 1,749 milhão de hectares.


Outro é a utilização de sementes transgênicas de ciclo precoce e superprecoce, o que possibilitou que a cultura escapasse do período seco nas fases de floração e enchimento de grãos.


Além do aumento da área e investimento em sementes, o produtor do cereal vem contando nesta safra com condições climáticas favoráveis para o desenvolvimento da cultura, com bons volumes de chuva e de insolação, e ausência de geadas.


A produtividade média esperada para a cultura é de 5.140 quilos por hectare, o equivalente a 85,6 sacas por hectare.


Fonte: G1-MS







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados