Página Inicial | SEXTA-FEIRA, 24 DE NOVEMBRO DE 2017
Postada por: Jr Lopes dia 20/02/2017
Mochi prevê que reforma administrativa ocorrerá em março
Compartilhar Notícia
Presidente da Assembleia Legislativa de MS, Junior Mochi, fala a imprensa (Foto: Cleber Gellio)


Apresentadas pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) nesta segunda-feira (20/02), a reforma administrativa e a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) devem ser levadas a Assembleia ainda nesta tarde. Para o presidente do legislativo estadual, deputado Junior Mochi (PMDB), a reforma deve ser votada já no início de março.

 

“O projeto deve ser lido na terça, mas começa a tramitar somente após o carnaval, na semana que vem. Mesmo assim, deve ser votado em março, já que tem uma tramitação rápida, passa pela CCJ (Comissão de Redação, Constituição e Justiça) e pela comissão específica”.

 

Já para votar a PEC do Limite dos Gastos tem ainda que ser criada uma comissão específica e a proposta pode demorar um pouco mais para ser aprovada.

 

De acordo com o governo de Reinaldo, ao todo serão exonerado cerca de 1 mil funcionários em cargos de comissão e temporários, como professores convocados, o que vai gerar uma economia anual de aproximadamente R$ 34 milhões aos cofres públicos.

 

Outra questão que vai resultar em economia é uma nova revisão de contratos, do governo com prestadores de serviço, que a gestão espera reduzir em R$ 100 milhões, por ano, o custo com determinadas ações.

 

O governo também confirmou a redução de 13 secretarias para 10 secretarias, e confirmou que as pastas da Casa Civil, Habitação e Produção, serão incorporadas, respectivamente, pelas secretarias de Governo, Infraestrutura e Desenvolvimento.


Fonte: Midiamax







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados