Página Inicial | QUINTA-FEIRA, 22 DE JUNHO DE 2017
Postada por: Jr Lopes dia 10/02/2017
Homem leva picadas de escorpião ao sair do banho
Compartilhar Notícia

Duas picadas de esporpião logo após o banho, em menos de um minuto. Algo que parece muito raro, mas, que ocorreu com o empresário Landerson Ricardo Ferreira, de 38 anos, na tarde de ontem (09/02), no bairro Coophatrabalho, saída para Rochedo, em Campo Grande. Ao G1 a vítima ressaltou que sentiu "uma dor instantânea" e percorreu hospitais em busca do antídoto.

 

"O escorpião estava enrolado na toalha e, após o banho, levei a primeira picada no dedo. No momento até achei que fosse uma formiga e, em seguida, enconstei na toalha com a mão direita e levei outra picada. Foi quando eu joguei a toalha no chão e meu filho a desenrolou, encontrando o escorpião", afirmou Ferreira.

 

Landerson então começou uma peregrinação por atendimento médico. "Fui na UPA [Unidade de Pronto Atendimento] Coronel Antonino e o atendimento estava demorado demais, não tive prioridade nenhuma e continuava sentindo dor. Fui embora por conta e direto para a Clínica Campo Grande, porém eles não tinham o antídoto e me orientaram a ir até o Hospital Regional. Ao chegar lá, fui muito bem atendimento e fiz os exames necessários", explicou.

 

Ainda de acordo com o empresário, agentes da Coordenadoria de Controle de Zoonoses (CCZ) já tinham visitado o imóvel e feito um alerta.

"Há cerca de três ano o meu filho foi picado e eles ressaltaram que área onde moro é um local de risco deste animal peçonhento", relembrou.

 

Limpeza nas residências

Conforme o CCZ, para evitar a presença de escorpiões, a população deve conservar quintais, jardins e terrenos baldios limpos, sem pilhas de tijolos, telhas, madeiras, restos de material de construção, entulhos, garrafas ou qualquer objeto que sirva de abrigo para o aracnídeo. Dentro de casa, a orientação é instalar tampas em ralos e vedar frestas, buracos vãos e fendas existentes nas moradias.

 

Os moradores devem, ainda, manter limpas garagens e despensas e conservar o lixo em sacos plásticos ou recipientes fechados com tampa. Os ralos de banheiros são os pontos mais comuns de entrada dos escorpiões. Nestes locais devem ser usados telas ou ralos com dispositivos vedantes. Também deve ser utilizada água sanitária.


Fonte: TV Morena







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados