Página Inicial | SEGUNDA FEIRA, 27 DE MAIO DE 2024
Postada por: Jr Lopes dia 07/12/2015
Estragos da chuva deixam 5 mil alunos sem aula no interior de MS
Compartilhar Notícia
Estragos em Amambai são calculados em aproximadamente R$ 10 milhões (Foto: Eliel Oliveira/Amambai Notícias)


A forte chuva que atingiu Mato Grosso do Sul nos últimos dias provocou crateras em rodovias, bloqueou estradas, alagou residências e desabrigou moradores.  Conforme o prefeito de Amambai, Sergio Diozebio Barbosa, cerca de cinco mil alunos da área rural estão sem aula nos municípios em estado de emergência.


Além de Amambai, o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), decretou estado de emergência em Aral Moreira, Caarapó, Coronel Sapucaia, Eldorado, Iguatemi, Itaquiraí, Japorã, Juti, Naviraí, Novo Horizonte do Sul, Paranhos, Sete Quedas e Tacuru.


Por conta dos estragos, o transporte que leva os alunos da área rural para as escolas foi interrompido. Segundo o prefeito de Amambai, distante 342 quilômetros de Campo Grande, 700 estudantes estão sem aula, apenas no município.


O prefeito diz que ainda não é possível informar se o transporte escolar será retomado neste ano. “Faltam poucos dias para acabar o ano letivo. Muitos alunos já passaram de ano, alguns ainda precisam de uma nota ou outra do 4º bimestre. Vamos estudar cada caso e ver o que podemos fazer para que eles não sejam prejudicados”, declara.


Barbosa explica ainda que cinco famílias ribeirinhas foram desabrigadas por conta da chuva e tiveram de ser levadas para dois prédios públicos da cidade, onde ficarão até a água das chuvas baixar. “Ainda não sabemos por quanto tempo ficarão lá porque quando a água descer, teremos de ver a situação das casas para decidir o que faremos”, afirma.


Em Amambai, a estimativa é de que apenas nas rodovias os estragos custem cerca de R$ 10 milhões. O chefe do Executivo municipal ressalta que a Prefeitura não conta com esse recurso em caixa e que precisará de apoio dos governos Estadual e Federal. Nos demais municípios, os levantamentos sobre os estragos estão sendo apurados.  


A equipe de reportagem do Jornal Midiamax tentou contato nas Prefeituras de outros municípios, na mesma situação, mas até o fechamento deste texto as ligações não foram atendidas.


Fonte: Midiamax







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados