Página Inicial | SEXTA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2021
Postada por: Andrey Vieira dia 20/01/2010
Jovem de 22 anos morre por suspeita de dengue hemorrágica na Capital
Compartilhar Notícia

Com sintomas da dengue – febre e dores pelo corpo – um paciente de 22 anos procurou atendimento no Posto de Saúde da Vila Almeida, região da Júlio de Castilhos, em Campo Grande, na sexta-feira, 15 de janeiro, às 11h30.


O jovem era casado, pai de família e já não era a primeira vez que buscava auxílio médico.


Segundo informações apuradas pelo Midiamax, o paciente, atendido como vítima de uma virose, ficou de repouso. Permaneceu em observação, não foi encaminhado ao hospital e à tarde piorou. Por volta das 16h30 ele faleceu dentro do posto de saúde.


Foi neste momento que veio a suspeita de que ele possa ter sido mais um paciente vítima de dengue hemorrágica. “Houve uma evolução muito rápida do quadro até chegar ao óbito”, disse um dos profissionais da unidade do Vila Almeida.


Houve sangramento pela boca e também foi constatado edema agudo de pulmão, ou seja, acúmulo de líquido, outra característica da dengue hemorrágica.


De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, Ana Lúcia Lyrio, há suspeita de que a dengue tenha sido fator complicador, mas não a causa da morte. Ana Lyrio aguarda o laudo do Instituto Médico Legal antes de confirmar a suspeita.


A região do Jardim Panamá tem registrado muitos casos suspeitos da doença, conforme informações da unidade de saúde. Porém, Ana Lyrio afirma que o bairro não é considerado problemático.


Fonte: MidiamaxNews







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados