Página Inicial | SÁBADO, 15 DE JUNHO DE 2019
Postada por: João Guizolfi dia 04/12/2014
Funcionários da Enersul iniciam paralisação geral em todo o Estado
Compartilhar Notícia
Trabalhadores ficam de 'braços cruzados' pelo menos hoje e amanhã (Foto: Osvaldo Duarte)


Funcionários da Enersul (Empresa Energética de Mato Grosso do Sul), que opera no Estado por meio da gestão do grupo Energisa, iniciaram uma paralisação geral que deve durar dois dias. Conforme o Sinergia/MS (Sindicato dos Trabalhadores na Indústria e Comércio de Energia no Estado de Mato Grosso do Sul) a adesão ao movimento é de 100%, apenas com 30% do efetivo em atendimento no plantão.


No total, são mais de 1 mil trabalhadores no Estado que prestam serviço para a empresa, sendo 100 deles em Dourados. O movimento de paralisação foi autorizado em assembleia realizada na segunda-feira, dia 1º.


Os trabalhadores da empresa reivindicam um reajuste de 3,5% de ganho real mais inflação, 10,14% do reajuste no ticket alimentação, solicitação de Plano de Cargo e Salário que está há anos sem aumento e reajuste da PLR (Participação de Lucros e Resultados).


“Temos feito várias reuniões com a diretoria da empresa ao longo do ano, mas nenhuma negociação avançou. Por isso resolvemos fazer esta paralisação e vamos esperar que a diretoria se posicione de fato a respeito das nossas demandas, que são urgentes”, disse o diretor de base do Sinergia/MS em Dourados, Antônio Carlos Rodrigues Camuci.


Com a paralisação, apenas os serviços essenciais vão ser mantidos, como manutenção de torres, leituras e entre outros. O telefone do plantão da empresa para atendimento é o 0800 7222 7272.


O Dourados News procurou a assessoria de imprensa da Enersul/Energisa para comentar a paralisação. No entanto, até a publicação deste material, não houve retorno.


Primeira crise na empresa


Em abril deste ano a Energisa, assumiu a Enersul e outras sete distribuidoras do Rede Energia que estavam, desde setembro de 2012, sob intervenção da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). A transferência do controle e aprovação de um plano de recuperação das concessionárias eram condições para o encerramento da intervenção pela agência reguladora.


Com a aquisição, a Energisa ficou responsável por atender seis milhões de clientes - ou uma população de 15 milhões de pessoas – em 788 municípios de nove estados, em todas as regiões do país. No Mato Grosso do Sul, são 912 mil consumidores em 74 municípios.


Após a posse, a Energisa anunciou que entre 2014 e 2017 irá investir em Mato Grosso do Sul aproximadamente R$ 740 milhões. Do total, 25% serão aplicados na ampliação do sistema de alta tensão e construção de novas subestações; 29% na ampliação e reforço do sistema de média e baixa tensão; 15% na modernização do sistema; 16% para a ligação de novas unidades consumidoras; 10% para o combate a perdas não técnicas (furto de energia); e o restante em infraestrutura e melhorias gerais nas condições de operação da empresa.


O Grupo Energisa é um dos principais grupos privados do setor elétrico do Brasil. Com 109 anos de atuação e uma das primeiras empresas a abrir capital no Brasil, em 1907, a Energisa tem na distribuição de energia a base principal de seu negócio.


Fonte: Dourados News







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados