Página Inicial | TERÇA-FEIRA, 21 DE JANEIRO DE 2020
Postada por: Thais Mayara dia 03/01/2010
Sobe para 46 número de mortos em Angra
Compartilhar Notícia

A Defesa Civil do estado do Rio atualizou por volta das 20h deste domingo (3) o balanço de vítimas dos deslizamentos em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro. Com o resgate de mais dois corpos - um homem e uma mulher -, na área do Morro da Carioca, na região central da cidade, sobe para 46 o número de mortos na tragédia.

 

 

Na tarde deste domingo, o corpo de um menino também foi resgatado no Morro da Carioca e levado para o Instituto Médico Legal (IML). Ele foi identificado como Harael Conceição Domingos, de 2 anos. A mãe foi pessoalmente reconhecer o corpo, mas o legista preferiu não mostrar o caixão, levando até ela uma foto da criança. A mãe chegou a desmaiar ao reconhecer o filho.

 

 

Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros de Angra, coronel Jerri Andrade Pires, de acordo com relatos dos moradores da região a expectativa é de que haja, pelo menos, mais três desaparecidos no Morro da Carioca.

 

 

O resgate do início da noite elevou para 46 o número de mortes pela chuva na cidade da Costa Verde do estado, 29 deles na Praia do Bananal e 17 no Morro da Carioca. No total do estado, as chuvas entre quarta-feira (30) e sexta-feira (1º) mataram 68 pessoas.

 

Também neste domingo (3), equipes de resgate encontraram o corpo de uma moradora de Ilha Grande entre os escombros no entorno da Pousada Sankay, na Praia do Bananal. No IML, ela foi identificada como  Gabriela Pereira de Brito, 13 anos.

 

O objetivo, agora, é buscar os corpos de duas turistas do estado São Paulo e de uma outra moradora da região. De acordo com o órgão, no entanto, esse número de outros três desaparecidos se refere às pessoas cujo desaparecimento foi notificado, o que não impede que haja outras vítimas no local.

 

 

As buscas, com homens da Defesa Civil, Marinha, Polícia Militar e Instituto Estadual do Ambiente, não têm data para terminar. Segundo a secretaria, oito cães farejadores e quatro retroescavadeiras reforçam a busca.

 

 

Mais cedo, equipes haviam encontrado o corpo da menina Anna Beatriz Marques de Souza Santos, de 6 anos de idade, no Morro da Carioca. A bisavó dela também morreu no soterramento que, no total, matou 14 pessoas.

Corpos identificados

 

À medida que os corpos são reconhecidos, os nomes são divulgados pela prefeitura de Angra dos Reis e pelo Instituto Médico Legal do Rio.

 

 

Na manhã deste domingo, foi anunciada a identificação dos corpos de Priscila de Oliveira Machado, 26 anos, Adauto de Souza, 31, e de sua filha, Rafaela, 8. Eles estavam na casa do grupo de amigos de Arujá, em São Paulo.

 

 

Apesar das identificações, alguns parentes reclamam da demora na liberação dos corpos. O IML informa que, para que o nome da vítima conste no atestado de óbito, o procedimento padrão do instituto exige documentos originais da vítima e da pessoa que a identifica.

 


Fonte: G1







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados