Página Inicial | TERÇA-FEIRA, 22 DE OUTUBRO DE 2019
Postada por: Andrey Vieira dia 24/08/2009
Servidores do Ministério do Trabalho ameaçam parar amanhã
Compartilhar Notícia

Os servidores do Ministério do Trabalho ameaçam paralisar suas atividades amanhã (25), reivindicando a aprovação do plano de cargos e salários (PCS) pelo Ministério do Planejamento e a redução da jornada de trabalho para 30 horas semanais.

A decisão foi tomada por representantes dos trabalhadores de 24 estados no último dia 16 e referendada em assembleias realizadas em todo o país.



“Nosso salário é um dos mais baixos do funcionalismo público. Para se ter uma ideia, o nosso salário equivale a quatro diárias de um ministro de Estado, ou R$ 2.600 em média”, disse o diretor do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal de São Paulo (Sindsef–SP), Pedro Luiz Paulino.

O plano, segundo ele, foi protocolado no Ministério do Planejamento em fevereiro, pelo ministro do Trabalho Carlos Lupi. “A nossa expectativa é de que saia esse ano, mas a Lei Orçamentária se encerra em 31 de agosto, e o ministro do Planejamento [Paulo Bernardo] está falando que o cobertor está curto e eles querem cortar gastos”, afirmou.A reivindicação de um novo PCS, de acordo com o sindicato, vem desde 1988. Os trabalhadores reclamam das atuais condições de trabalho e do baixo valor do vale-refeição de pouco mais de R$ 6.


Fonte: Agência Brasil







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados