Página Inicial | QUARTA-FEIRA, 22 DE MAIO DE 2019
Postada por: Andrey Vieira dia 31/10/2009
Sobreviventes do avião da FAB voltam para casa hoje
Compartilhar Notícia
Vítimas saem de Cruzeiro do Sul, neste sábado, em uma aeronave da FAB (Foto: Reprodução)


Os sobreviventes do acidente com o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) serão levados para casa na manhã deste sábado (31). Eles serão levados em uma aeronave militar até Tabatinga (AM), de onde seguirão, de barco, até Benjamin Constant (AM) e, finalmente, para Atalaia do Norte (AM), onde moram. O piloto e os dois mecânicos da Aeronáutica já retornaram para Manaus.

 

O grupo passou a noite desta sexta-feira (30) no Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul (AC). Eles foram submetidos a uma série de exames, que não constatou fraturas e problemas graves. "O maior problema que tiveram foram as picadas de insetos. Todos passam bem e já podem voltar para casa", disse Fábio Pimentel, diretor clínico do hospital.

 

Segundo Domingos Xisto, chefe de comunicação da Fundação Nacional da Saúde (Funasa), nove familiares das vítimas foram até Cruzeiro do Sul para se reencontrarem com os sobreviventes. "É um momento muito difícil, pois todos ainda estão muito abalados, pois ficaram de cara com a morte."
 


Desaparecidos
A Aeronáutica retomou, neste sábado, o trabalho de buscas dos dois ocupantes do avião da Força Aérea Brasileira (FAB), que desapareceu na quinta-feira (29) e foi encontrado na sexta-feira (30), após um pouso forçado no Rio Javari, no Amazonas. João de Abreu Filho, funcionário da Funasa, e o suboficial Marcelo dos Santos Dias, mecânico do C-98 Caravan, ainda não foram localizados.

 

O Comando da Aeronáutica informou, nesta sexta-feira, que um helicóptero HM-3, do Exército Brasileiro, militares e índios da tribo marubo participam da operação. Seis dos nove ocupantes que sobreviveram foram internados no Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul (AC), e devem receber alta neste sábado.

 

A aeronave, com 11 pessoas, realizou, na quinta-feira, um pouso forçado no Igarapé Jacurapá, na margem direita do Rio Ituí, afluente do Rio Javari, estado do Amazonas. Os militares que participam da operação de resgate realizam mergulho no local onde o avião encontra-se submerso. Paralelamente, índios voluntários estão percorrendo as margens do Rio Ituí fazendo buscas até o Igarapé Jacupará.

 


Fonte: G1







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados